Home» Sala de Imprensa » Grupo CEEE registra lucro líquido de quase R$ 400 milhões

29/03/2017

Grupo CEEE registra lucro líquido de quase R$ 400 milhões

Pela primeira vez desde 2009, o Grupo CEEE registra lucro líquido: foram R$ 396,6 milhões em 2016, mantendo a tendência de consolidação de resultados positivos. No ano anterior, o Grupo havia fechado com prejuízo de R$ 429,3 milhões. Os dados serão publicados no relatório de Demonstrações Financeiras da Companhia até 20 de abril.

O resultado positivo foi puxado pelo desempenho da Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT), que obteve um lucro líquido de R$ 923,7 milhões em 2016, frente aos R$ 84,9 milhões positivos apresentados em 2015. Já a Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D) registrou resultado estável, com prejuízo de R$ 527,2 milhões, praticamente no mesmo patamar dos R$ 514,2 milhões negativos de 2015.

"Além de termos o melhor resultado desde 2011 e, pela primeira vez, a CEEE-GT enviará para sua Assembleia Geral proposta de distribuição de lucros aos acionistas, o que até pouco tempo atrás era impensável. E isso mesmo diante de uma conjuntura de recessão econômica com redução de consumo de energia e das fontes de financiamento compatíveis com o setor elétrico", diz o presidente do Grupo CEEE, Paulo de Tarso Pinheiro Machado. Em relação à CEEE-D, “a gestão vem fazendo avanços para reverter a tendência negativa verificada nas demonstrações financeiras. Nessa missão, investimentos importantes de reforço da infraestrutura foram executados nos dois últimos anos em diversas regiões do Estado, incluindo também melhorias e mais tecnologia nos seus processos”, acrescenta.

O diretor financeiro, Roberto Calazans, ressalta que a adoção de uma política financeira de recuperação se consolidou no Grupo com a evolução do lucro líquido: "O resultado líquido evoluiu de R$ 725,4 negativos em 2014 para R$ 429,3 negativos em 2015 e, no ano passado, alcançamos R$ 396,6 positivos. Além disso, conquistamos a recuperação da sustentabilidade da CEEE-GT com o reconhecimento da RBSE". "Com todo o quadro de crise, além da queda no consumo de energia, mantivemos um nível invejável de investimento no Grupo: foram R$ 310 milhões em 2016, mais do que os R$ 239,1 milhões aplicados em 2015, sem considerar o aporte de capital em empresas em que temos participação", comemora.

Os principais destaques do balanço de 2016 são, na CEEE-GT, o acréscimo de R$ 1,266 bilhão em seu ativo financeiro, resultado do reconhecimento de valores da RBSE, que, em seu primeiro ano, impactou R$ 1,266 bilhão na receita operacional líquida e R$ 301,3 milhões nas provisões de imposto de renda e contribuição social diferidos, além de R$ 964,8 milhões no lucro líquido. A RBSE ainda terá reflexos nos próximos oito anos. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) saltou de R$ 560 mil negativos em 2015 para R$ 1,175 bilhão positivo em 2016. A receita operacional líquida também evoluiu na comparação entre os dois períodos: R$ 1,873 bilhão em 2016 ante R$ 542,7 milhões em 2015.

Já na CEEE-D, o destaque foi a retração do déficit operacional, conquistada com a revisão tarifária periódica em novembro de 2016. Apesar do efeito tarifário negativo (redução média de 16,28%), todo o volume de investimento realizado elevou em aproximadamente 20% a receita, incrementado em cerca de R$ 120 milhões. Somente a remuneração de capital cresceu 34,8%, trazendo um retorno de R$ 54,5 milhões. O resultado da CEEE-D manteve-se estável, com uma variação de 2,5% no prejuízo registrado: de R$ 527,1 milhões no encerramento de 2016 frente a R$ 514,2 milhões no ano anterior. O Ebitda teve variação de 56% no período: R$ 378,1 milhões em 2016 e R$ 243 milhões em 2015. Assim como a CEEE-GT, a Distribuidora também reduziu seu endividamento com instituições financeiras em 5%.

Fonte: Letícia Jardim (texto)

Grupo CEEE

Todos os direitos reservados ® 2016