Home» Sala de Imprensa » Projeto de podas ajuda a diminuir desligamentos de energia na área da CEEE

07/08/2017

Projeto de podas ajuda a diminuir desligamentos de energia na área da CEEE

 

A Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D) já observa ganhos e resultados positivos junto aos clientes com o projeto de podas junto às linhas e redes de energia em estradas e vias públicas. O objetivo desse trabalho, que integra o programa de manutenção da Empresa e onde são investidos aproximadamente R$ 7 milhões ao ano, é reduzir ocorrências causadas pelo contato de árvores e arbustos na rede, especialmente em situações de chuvas e temporais, como no evento ocorrido em 29 de janeiro de 2016. Além das podas, o programa de manutenção da Companhia inclui expansão de circuitos, substituição de postes, revisão e troca de equipamentos e cabos.

 

Segundo o gerente Regional Metropolitano, Jeferson de Oliveira Gonçalves, Porto Alegre possui uma árvore para cada habitante, totalizando mais de 1,5 milhão de árvores, que se comparada a Belo Horizonte, por exemplo, que apresenta 480 mil árvores, é superior em três vezes e potencializa ainda mais as interferências com a rede. A comparação de Gonçalves serve para reforçar a importância da ação, já que  a partir da implantação do projeto de podas e conforme indicadores da operação do sistema, houve, na área de concessão da Empresa, uma redução de 50% nas faltas de energia causadas por interferência vegetal. Segundo o engenheiro, 40 equipes trabalham nessas ações preventivas com atuações em 10 mil árvores por mês, num trabalho continuado em toda área de concessão da empresa.

 

Gonçalves salienta, ainda, que os técnicos envolvidos com esse tipo de serviço, realizado por equipes próprias e contratadas, recebem orientações específicas para cumprir a tarefa com segurança, evitando acidentes e prejuízos ao desenvolvimento do vegetal. Um dos guias para a atuação dos técnicos é o de Melhores Práticas de Manejo – Podas de Árvores junto a Redes Elétricas, Fundação COGE – ISA International Society of Arboriculture.

 

Ação conjunta com prefeituras

 

No caso da Capital, Jeferson lembra também que há um convênio firmado com o município que disciplina e possibilita à concessionária de energia a execução de podas de árvores que estejam interferindo no bom funcionamento do sistema elétrico, substituindo as autorizações pontuais e garantindo o correto manejo da arborização, assim como o destino adequado para os resíduos recolhidos. Tal acordo tem acompanhamento com reuniões junto ao MPRS, promotoria de meio ambiente e PMPA, através da Secretaria de Serviços Urbanos, oportunidade em que se discutem problemas e ações.

 

Neste acordo, as equipes de poda devem passar por capacitação antes do início das atividades e serem acompanhadas por técnicos agrícola, florestal ou agropecuário para realizar o serviço. Entre os destaques do convênio, está o investimento em infraestrutura de galpão e picador, que ficam  sob gestão da PMPA, através da Secretaria de Serviços Urbanos, oportunizando  que os resíduos sejam recolhidos na sequência do trabalho e levados para a Unidade de Triagem e Compostagem (UTC) do DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana), onde serão triturados em área própria para esta atividade.

 

Especificamente na região Metropolitana, a CEEE-D possui ações semelhantes dessa natureza com as Prefeituras de Butiá, Charqueadas, Eldorado do Sul, Guaíba, e Viamão, e há negociações semelhantes também para efetivar parceria com a administração do município de Alvorada. No interior, há parcerias similiares que tratam desse assunto.

 

A CEEE-D está presente em 72 municípios gaúchos das regiões da Campanha, Centro Sul, Sul, Metropolitana e Litoral, Norte e Sul, atendendo um mercado de 1,6 milhão de clientes.

 

 

 

Fonte: Texto: Mara Medeiros - Foto: Divulgação CEEE

Grupo CEEE

Todos os direitos reservados ® 2016