Notícias

7º Sense traz atualizações sobre Segurança do Trabalho

Em evento patrocinado pelo Grupo CEEE, participantes trocaram experiências sobre a área de segurança e saúde do trabalho

Por admin / Publicado: 13/04/2011 Última modificação: 18/10/2019 16h27

Compartilhar

Promover o intercâmbio de experiências e a atualização técnica dos profissionais atuantes na área de segurança e saúde do trabalho. Este foi o propósito da 7ª edição do Seminário Nacional de Segurança e Saúde no Setor Elétrico Brasileiro (Sense), evento bianual realizado pela Fundação Coge e patrocinado pelo Grupo CEEE, AES Sul (AES Eletropaulo) e RGE (empresa do grupo CPFL Energia), que encerrou nesta quarta-feira (13), em Gramado. O seminário reúne cursos e palestras sobre os riscos inerentes ao setor elétrico, aplicação de normas regulamentadoras, gestão de segurança, tecnologias para proteção individual e coletiva e prevenção de acidentes, entre outros temas. Na abertura do evento, ocorrida no domingo (10), o presidente da Fundação Coge, Marco Antônio Rodrigues Cunha, e representantes do governo, dos trabalhadores e de empresas do setor debateram sobre a melhoria das condições de trabalho enquanto vetor da cidadania.

 

Para o presidente do Grupo CEEE, Sérgio Souza Dias, o tema da segurança é fundamental por dialogar com a vida humana, que jamais é insubstituível. “Não podemos deixar que essas questões passem despercebidas. Espero que, ao longo destes quatro dias de evento, sejam promovidos debates profícuos, capazes de contribuir com a ampliação da segurança em nossas empresas e com o estabelecimento da meta de acidentes zero”, declarou Dias. O diretor da AES Sul, Antônio Carlos de Oliveira, destacou que a segurança é o principal valor da empresa. “Em todas as empresas parceiras da AES Eletropaulo, incentivamos a adoção de um comportamento seguro entre os colaboradores e seguimos normas de segurança. Acredito que, ao fim do 7º Sense, sairemos melhor preparados e aptos a levar novas idéias as nossas organizações”, enfatizou Oliveira.

 

Estatística

 

De acordo com Luiz Henrique Ferreira Pinto, diretor da RGE, o seminário contribui com a preservação da segurança dos trabalhadores. “À medida que a qualificação aumenta no País, exige-se um maior controle nos treinamentos”, comparou. O coordenador do Comitê de Saúde e Segurança do Trabalho (CSST) da Fundação Coge, Luiz Carlos de Miranda Júnior, apresentou os dados relativos a 2010 do Relatório de Estatísticas de Acidentes do Setor Elétrico Brasileiro. O número de empregados próprios das 67 empresas constantes no documento caiu de 102.766 em 2009 para 89.653 em 2010, ano em que foram registrados 626 acidentes com afastamento. Com relação aos acidentes fatais, a taxa de gravidade subiu de 238 em 2009 para 376 no ano passado. “Dos acidentes com trabalhadores, 18% tiveram como causa imediata as quedas”, informou o coordenador do CSST.

 

Um dos 57 participantes do Grupo CEEE no 7º Sense, o chefe da Divisão de Saúde e Segurança Ocupacional do Grupo CEEE, Lisandro Freitas Kurtz, avalia positivamente o encontro. “Trata-se do principal evento do País sobre saúde e segurança do trabalho. O seminário oportuniza a divulgação de conhecimentos e ações de outras empresas capazes de contribuir na erradicação de acidentes. É uma oportunidade para aproveitar as melhores idéias. São discutidos temas de grande interesse, como a administração das contratadas, o gerenciamento dos terceirizados e a gestão de saúde nas empresas”, elogia Lisandro.

 

Fonte: Carla Damasceno Ferreira (texto) e Fernando César Vieira (foto).

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres