Notícias

A exposição Luis Fernando Humoríssimo. Uma homenagem por cima dos panos já pode ser visitada em Porto Alegre

Exposição é gratuita e fica no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo até 28 de agosto

Por admin / Publicado: 03/07/2013 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

Um olhar coletivo e criativo sobre os personagens de um dos autores mais lidos da literatura brasileira, Luiz Fernando Verisssimo. Essa é a síntese da exposição Luis Fernando Humoríssimo. Uma homenagem por cima dos panos, que abriu à visitação pública nesta quarta-feira, 03, no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (CCCEV), na rua dos Andradas, 1223 - Centro Histórico de Porto Alegre. O CCCEV funciona de terça à sexta-feira, das 10 às 19 horas e, nos sábados, das 11 às 18 horas.

No lançamento, realizado na noite passada junto com a mostra fotográfica Luis Fernando Muito Verdadeiro, composta por 35 imagens de autoria de Dulce Helfer, aproximadamente 300 pessoas foram prestigiar o homenageado e as artistas que emprestaram seu talento para criar trabalhos inéditos, com técnicas de tapeçaria de recorte, bordado, aplicação e papel artesanal. Luis Fernando Verissimo, que compareceu ao evento com a mulher Lúcia Verissimo, após olhar com atenção todas as obras, opinou, fazendo valer uma de suas caraterísticas, a de ser sucinto para falar: “ficou diferente e muito bonita”. “Fantástica”, acrescentou Lúcia. 

O projeto, com patrocínio do Grupo CEEE, integra uma programação especial de dois meses no CCCEV, que reúne atividades e eventos culturais em homenagem ao escritor. Neste ano, ainda, haverá outras duas exposições, uma edição do projeto Literatura Grande do Sul, um Encontros com o Professor e uma palestra sobre a vida e obra de Luis Fernando Verissimo.

Unanimidade na homenagem

A ideia de reverenciar o porto-alegrense Luis Fernando Verissimo, 76 anos, escritor, jornalista e humorista surgiu em setembro do ano passado, quando artistas, convidadas por Maria Rita Webster, da Maria Rita Caminhos Culturais, decidiram que fariam uma exposição em 2013 em arte têxtil com o tema personagens. Na época, o nome escolhido, por unanimidade, foi o de Luis Fernando Verissimo. Maria Rita lembra que, decidido o tema, houve o convite ao jornalista e humorista Fraga para a curadoria do trabalho, por ser conhecedor da obra e amigo pessoal do escritor. Durante o evento de lançamento da mostra, composta por 19 painéis focados nos personagens do cronista, Maria Rita disse que “todas as participantes do projeto são leitoras de Verissimo, reconhecem a riqueza e versatilidade de seu universo e ficaram sensibilizadas em poder homenageá-lo. E agora estamos todas muito felizes com o resultado do trabalho”.

Além de livros, o público que for ao CCCEV poderá ver, ainda, o perfil As Paixões de LFV e o retrato Algumas Linhas Sobre o Autor. Para acrescentar um efeito “sonoro” no ambiente, uma das artistas concebeu a instalação em papel machê: Ah!Ah!Ah!. A homenagem conta também com uma criação especial, que é a Linha do Tempo, pontuada com dados significativos da trajetória pessoal e profissional do autor, desde o seu nascimento, em 26 de setembro de 1936 em Porto Alegre, até os dias de hoje.  “O trabalho tem nove metros e impressiona pela extensa produção de Verissimo”, analisa Maria Rita. Por fim, há vitrines, com livros editados no Brasil e em outros 20 países, reportagens, desenhos e objetos pessoais do autor.

Integram a coletiva, as artistas Ana Perrone, Bárbara Benz, Carmen Netto,  Celina Cabrales,  Christy E. Schimitt, Cris Burger, Deijanira Eli Carneiro de Almeida,  Dinorá Bohrer Silva, Francisca Dallabona, Helena Alapont Abreu,  Lenir Romero Fagundes,  Lia Achutti,  Mara Doratiotto,  Maria Luiza Pizzato,  Marília Diefenthaeler Herter,  Marília Lindemann,  Rachel Tamar Gurski,  Sara Netto,  Vera Aparecida Becker e Vera Regina Baldasso. Muitas integrantes desse grupo já participaram de outros projetos de arte têxtil na área de literatura, coordenados pelo próprio ateliê. Entre eles, a exposição coletiva sobre Erico Verissimo ”Olhai os lírios de Erico”, durante as comemorações do centenário de nascimento do escritor, e “Adélia entre Linhas”, de Dinorá Bohrer Silva, sobre a poesia da mineira Adélia Prado.

A maioria dos painéis mede 1,20m x 1,80m e a exposição está formatada em núcleos, numa delas com seis dos principais personagens: Analista de Bagé, Velhinha de Taubaté, Ed Mort, Dora Avante, Família Brasil e as As Cobras. Há, ainda, quatro núcleos paralelos, contemplados com pelos assuntos: crônica, Sexa; romance, Gula – O Clube dos Anjos; Poemas, Poesia Numa Hora Dessas?!; e Cartum, Cabeça de Leitor.

SERVIÇO:

Exposições: Luis Fernando Humoríssimo. Uma homenagem por cima dos panos (coletiva) e Luis Fernando Muito Verdadeiro, fotografias de Dulce Helfer.

Visitação: 3 julho a 28 agosto

Horário: De terça à sexta-feira, das 10 às 19h; e sábado, das 11 às 18h
Ingresso: entrada franca
Endereço: Rua dos Andradas,1223 / Centro Histórico / Porto Alegre / RS

 

FICHA-TÉCNICA:
Promoção: Centro Cultural CEEE Erico Verissimo
Projeto: Maria Rita Caminhos Culturais
Coordenação: Maria Rita Webster
Curadoria: Fraga
Assistência Executiva: Karina Geyer de Oliveira
Fotografia: Guga Marques/Comunicação CEEE

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres