Notícias

CEEE adota novos procedimentos junto aos fornecedores

Objetivo é qualificar os materiais e melhorar a qualidade do fornecimento da energia elétrica ao mercado.

Por admin / Publicado: 19/05/2016 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

A CEEE Distribuição colocou em vigência neste mês uma nova instrução administrativa voltada a qualificar os procedimentos de aquisição de materiais junto aos fornecedores. O documento, segundo Croaldo José Souza do Amaral Júnior, chefe da Divisão de Suprimentos da Companhia, é mais um passo importante das novas estratégias que vêm sendo adotadas pela gestão da empresa para qualificar o material utilizado no fornecimento da energia elétrica ao mercado atendido pela concessionária, formado hoje por 1,6 milhão de unidades consumidoras em 72 municípios gaúchos das regiões Sul e Sudeste. Neste contexto, a Companhia replanejou o seu processo de compras e busca a captação de novos fornecedores, nacionais e internacionais, de modo a incrementar o cadastro de empresas habilitadas.

A instrução nº IA – 32.006, disponível para consulta no site da CEEE, prevê prazos e procedimentos específicos, onde os fornecedores devem atender aos trâmites internos para homologar os seus produtos. Vencida esta etapa, a Companhia emite um relatório e, em caso de aprovação, envia o certificado de homologação às empresas candidatas. “A partir da publicação desta instrução, todas as etapas do processo de homologação de fornecedores ficam regrados, contribuindo com a transparência junto aos fornecedores que buscam estabelecer uma relação comercial com a empresa”, acrescenta Croaldo.

Nesta semana, o diretor de Distribuição do Grupo CEEE, Júlio Hofer, formalizou esta ação ao primeiro fornecedor. Além do site www.ceee.com.br, empresas interessadas em mais esclarecimentos sobre a  instrução normativa podem entrar em contato pelo telefone (51) 3382.4024.

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres