Notícias

CEEE apresenta investimentos para clientes de Alvorada

Evento do Conselho de Consumidores da CEEE-D ocorreu na sede campestre da Asscoaição Comercial e Industrial do município.

Por admin / Publicado: 19/07/2012 Última modificação: 18/10/2019 16h27

Compartilhar

A Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D) está triplicando a capacidade instalada de energia no município de Alvorada até 2013. A informação é do engenheiro, Rubens Wawrick, assistente da Diretoria de Distribuição da Empresa, que apresentou um panorama geral dos investimentos que serão feitos pela Companhia durante a audiência pública promovida pelo Conselho de Consumidores da CEEE-D, na noite de quinta-feira, 19, na sede campestre da Associação Comercial e Industrial de Alvorada (Acial). Segundo Wawrick, “o município tinha, em 2011, 42 Megawatts (MW) de potência instalada na Subestação Alvorada 1. Esta subestação foi ampliada, recebendo mais 27 Megawatts (MW), representando um aumento de 60% da sua capacidade. Já em 2013 será construída a Subestação Alvorada 2, com a potencia instalada de 50 megawatts, dessa forma, a potência total de energia disponível ao município será de 117 MW”.

Além desses investimentos, já está programado para começar em agosto um conjunto de obras de melhorias nas redes de energia que atendem aos clientes de Alvorada e Viamão. Em um desses contratos, de R$ 6 milhões, deverá contemplar a implantação de novos alimentadores para as subestações Viamão 2 e futura subestação Alvorada 2. O gerente regional metropolitano da CEEE, Marcelo Paludo, informou que essa ação específica contempla 15 mil unidades consumidoras, com incremento na disponibilidade de energia em função do acréscimo do mercado local e consequente melhoria na confiabilidade dos alimentadores, reduzindo quedas de tensão e faltas pontuais de energia.

 Em outro contrato, no valor de R$ 300 mil por mês, serão realizadas obras de modernização das redes e melhoria de circuitos, incluindo troca de postes, substituição de condutores, transformadores e outros equipamentos. Em paralelo, há, ainda, a execução de quatro mil podas de árvores por mês nesses dois municípios da região metropolitana da capital, através de um investimento mensal de R$ 135 mil.

No encontro, que reuniu clientes e representantes de diversas associações de moradores, o programa de regularização de ligações clandestinas também foi apresentado. O chefe da Divisão de Medição de Proteção da Receita (DMPR), Carlos Santini, disse que há o interesse da empresa em regularizar as áreas hoje ainda sem fornecimento legal. A intenção da Companhia é promover a inclusão social e também oferecer uma qualidade melhor no fornecimento de energia a toda uma região. Santini lembrou que a empresa já está realizando esse trabalho em diversas comunidades da região metropolitana com bons resultados. “Fazemos atendimento direto na própria comunidade, prestamos informações técnicas e comerciais aos novos clientes, oferecemos palestras informativas, oferecemos condições para aquisição do padrão de entrada e incluímos ainda uma ação educativa sobre o entendimento da conta e as questões de segurança e uso racional da energia”, explicou.

A coordenação da reunião esteve a cargo do presidente do Conselho de Consumidores da CEEE-D, Leodomar da Rosa Duarte, que explicou a função dessa representação e os desafios da entidade, que busca, junto com as instituições semelhantes ligadas a outras concessionárias de energia elétrica, coletar reivindicações de todos os segmentos de consumidores, a fim de fazer com que as empresas ofereçam, cada vez mais, melhores serviços. “Nos encontro, contamos com o apoio da CEEE, que tem trazido as informações dos investimentos e projetos que realizada, e fazemos o registro de todas as manifestações, visando o acompanhamento das demandas das comunidades”, finalizou.

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres