Notícias

CEEE apresenta projetos para Vila Chocolatão

Encontro reuniu comunidade e parceiros no projeto de regularização e capacitação dos moradores da comunidade

Por admin / Publicado: 20/11/2009 Última modificação: 18/10/2019 16h26

Compartilhar

 

“Os moradores da Vila Chocolatão não querem pedir dinheiro nem comida. Queremos trabalho. E é neste sentido que as atividades que a CEEE vem desenvolvendo na comunidade estão auxiliando os moradores, porque oportunizam aos jovens que façam curso, como de eletricista, por exemplo, com certificado da empresa”. Com este discurso, um dos líderes comunitários da Vila Chocolatão Léo Antônio Genovêncio Maciel agradeceu o Grupo CEEE pela regularização do abastecimento de energia na área, bem como pelos projetos sociais que estão sendo implementados. Segundo ele, a energia chegou em bom momento, pois prepara os moradores da comunidade para quando forem assentados em novo local pela prefeitura. “Viemos falar das coisas boas que ocorreram a partir do início dessa parceria e a energia elétrica é a melhor delas”, sentenciou.

O presidente do Grupo CEEE, Sérgio Camps de Morais, ressaltou a importância de se fazer o trabalho de regularização do fornecimento de energia e se promover capacitação às pessoas, contribuindo para a redução das desigualdades sociais. “A rede é provisória, mas é segura e reduz significativamente o risco de incêndios que existia quando o abastecimento era irregular”, alertou.

O Grupo CEEE estuda outras ações de melhorias para os moradores da Vila. Conforme a coordenadora de sustentabilidade, Iara Tonidandel, uma das possibilidades levantadas foi a introdução do ingresso solidário nas atividades do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, voltada ao auxílio à comunidade. A Companhia também está verificando a possibilidade de, pela Lei da Aprendizagem, oferecer bolsas de qualificação a alguns jovens da comunidade, além de promover, em parceria com o SESC, curso de capacitação para o uso correto dos resíduos. Oficinas para ensinar o uso integral dos alimentos, através do Mesa Brasil, do SESI, também estão entre as alternativas que deverão ser apresentadas aos moradores da vila.

Além de representantes da comunidade e da CEEE, participaram do encontro, ocorrido na sede do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Ronaldo Dreger, do próprio TRF, Vânia Gonçalves, da Secretaria Municipal de Governança, Marli Aquino, do IBGE, Maurício Barcellos, do Banco do Brasil, o engenheiro César Todeschini, do Ministério Público Federal, além de profissionais da FASC e de programas e departamentos da prefeitura de Porto Alegre.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres