Notícias

CEEE assina contrato para ampliar a Subestação Guaíba 2

Melhorias beneficiam cerca de 100 mil pessoas da região.

Por admin / Publicado: 02/06/2008 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

O presidente do Grupo CEEE, José Francisco Pereira Braga, assinou, na última quinta-feira (29 de maio), na sede da Companhia em Porto Alegre, o contrato para a conclusão dos trabalhos de ampliação da subestação (SE) Guaíba 2, localizada na BR 116, km 294, Bairro São Francisco, a 30 quilômetros de Porto Alegre e que vai melhorar o fornecimento de energia elétrica à Guaíba, Charqueadas, Eldorado do Sul, Barra do Ribeiro e arredores, além de proporcionar o atendimento às instalações Aracruz Celulose, empresa que está fazendo investimentos no Estado na ordem de R$ 4,9 bilhões. Os serviços de adequação dessa subestação de energia serão executados pela Selt Engenharia e estão divididos em quatro etapas, sendo que a primeira estará concluída em janeiro de 2009 e a última em outubro do mesmo ano. O valor total do investimento na SE Guaíba 2 é de R$ 14,1 milhões.

Em janeiro passado, os técnicos da área de transmissão da Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia (CEEE GT) colocaram em operação um novo transformador de 50 MVA (megavolts-ampère), duplicando a capacidade da subestação, o que já proporcionou, desde então, uma melhoria significativa no abastecimento de energia à população e aos setores produtivos da região. A atual fase do trabalho inclui, entre outros serviços, a instalação de dois módulos de Linha de Transmissão de 230 kV (quilovolts) entre as SEs Porto Alegre 9 e Camaquã. Desta forma, haverá uma maior confiabilidade do sistema, com duas alternativas de abastecimento a partir da Guaíba  2. "Estamos atendendo a uma reivindicação dos moradores da região e auxiliando ao incremento da ampliação industrial da região", destaca o presidente do Grupo CEEE.

Em função da implantação do complexo industrial da Unidade da empresa no município, a Aracruz irá construir uma SE e uma Linha de Transmissão de 230 kV (quilovolts), com 11 quilômetros, e utilizar, como acesso ao sistema interligado de energia, a Guaíba 2. O empreendimento exigirá, também, por parte da CEEE Distribuição, o remanejamento de redes de energia no local.

O presidente do Grupo CEEE acrescentou que as áreas técnicas da Companhia estão viabilizando todas as solicitações desse importante projeto que está sendo implantado no Rio Grande do Sul e que trazem mais desenvolvimento econômico para o Estado. A partir da entrada em operação, em 2009, a produção da Aracruz passará das atuais 450 mil toneladas para 1,8 milhão de toneladas de celulose branqueada de eucalipto/ano. Durante o pico das obras, no ano que vem, serão contratados sete mil trabalhadores temporários, sendo 70% oriundo da região Metropolitana. Segundo os representantes da Aracruz no Estado, que estiveram recentemente em reunião com a Diretoria do Grupo CEEE, o empreendimento deverá gerar cerca de 50 mil empregos diretos em toda a cadeia produtiva vinculada à expansão da Unidade Guaíba.

Na foto, presidente do Grupo CEEE, José Francisco Pereira Braga; dirigentes da Selt Engenharia e diretor de Distribuição do Grupo CEEE, Rogério Sele.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres