Notícias

CEEE assina convênio e trata de investimentos em Canoas

Alimentar utilizará 48 ha de terras da Empresa, que também assinou permuta para investimentos de R$ 31 milhões na SE Canoas 1

Por admin / Publicado: 02/05/2010 Última modificação: 18/10/2019 16h27

Compartilhar

O diretor de Transmissão do Grupo CEEE, José Francisco Pereira Braga, e o prefeito de Canoas, Jairo Jorge, assinaram, hoje, o convênio para utilização das áreas sob as linhas de transmissão (LTs) da Companhia para o cultivo de hortas. Os 48 hectares servirão, dentro do Projeto Alimentar, para estimular o aproveitamento racional de terras ociosas e para permitir acesso dos profissionais da Empresa para manutenção e preservação das LTs. Desta forma, ficam dificultadas as invasões e evitam-se os custos judiciais e administrativos necessários para eventuais remoções que se façam necessárias em ocupações irregulares.

A CEEE será a responsável pela disponibilização da área, que poderá ser ampliada conforme a conveniência entre as duas partes. Também fica a cargo da Companhia o cercamento do terreno, o fornecimento dos equipamentos necessários à irrigação da horta e o material didático para instruir a comunidade sobre a convivência e os cuidados a serem tomados no trabalho sob as LTs.

À prefeitura de Canoas cabe o garantir as máquinas e equipamentos para a execução do projeto; preparar o solo (considerando as restrições apontadas pelo Grupo CEEE), sem uso de agrotóxicos e de forma ecologicamente correta; organizar, selecionar, cadastrar e reunir a comunidade para a realização e cultivo das plantações. O município também fornecerá as sementes e mudas, instruirá os participantes previamente selecionados na realização e manutenção da horta, plantio e colheita, distribuirá o material didático da CEEE e orientará a população a não praticar atos de vandalismo nas torres, isoladores e cabos de transmissão.

O convênio tem vigência de cinco anos a contar da data de publicação e pode ser prorrogado, se for vontade das partes. Para o diretor José Francisco Pereira Braga, a iniciativa foi possível graças ao apoio recebido também por parte do município. Ele citou o exemplo do projeto Semear, implantado em Cachoeirinha, e que serve de referência para outros desta natureza.

Braga destacou, ainda, a permuta de terra entre a Companhia e a prefeitura, para a duplicação da Subestação Canoas 1, onde serão investidos em torno de R$ 31 milhões. O prefeito Jairo Jorge saudou a implantação do projeto e tratou a ampliação da subestação como uma boa nova para a cidade.

 

Investimento na subestação Canoas 1

 

A ampliação da subestação (SE) Canoas 1 se dará pela instalação de um segundo transformador de 230 kV/23 kV, que resultará na duplicação da capacidade de distribuição da SE. Este transformador é o responsável pelo rebaixamento de tensão de 230 kV (que é a alta) para 23 kV (baixa tensão, que é distribuída para os clientes). A consequência prática da medida é, além de a SE ter o dobro da capacidade, aumenta a confiabilidade no fornecimento. O sistema terá um ponto de entrada de energia a mais, que possibilitará atender a subestação tanto pela linha que vem da SE Cidade Industrial quanto pela que vem da SE Porto Alegre 9. Como os dois transformadores vão operar em paralelo, a Companhia poderá fazer eventuais remanejos nas linhas que sejam necessários.

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres