Notícias

CEEE autoriza construção da linha de transmissão em Canguçu

O governador do Estado, Germano Rigotto, e o presidente da Companhia, Antonio Carlos Brites Jaques, autorizaram, na sexta-feira (dia 18/03), em Canguçu, o início das obras da Linha de Transmissão Pelotas 4/Canguçu que visa melhorar o fornecimento de energia elétrica em Canguçu e municípios vizinhos. O evento ocorreu na futura subestação Canguçu, localizada na BR-392, km 122.

Por admin / Publicado: 16/03/2005 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

O governador do Estado, Germano Rigotto, e o presidente da Companhia, Antonio Carlos Brites Jaques, autorizaram, na sexta-feira (dia 18/03), em Canguçu, o início das obras da Linha de Transmissão Pelotas 4/Canguçu que visa melhorar o fornecimento de energia elétrica em Canguçu e municípios  vizinhos. O evento ocorreu na futura subestação Canguçu, localizada na BR-392, km 122.

A linha será conectada na  subestação de Canguçu, também em obras.  O conjunto permitirá eliminar a demanda reprimida na região  e propiciar novos incrementos para mais de 60 mil habitantes nos municípios de Canguçu, Piratini, Pinheiro Machado, Morro Redondo e Candiota, onde a CEEE possui 31.225 clientes. Além disto, cerca de seis mil consumidores de Canguçu, atendidos por dois alimentadores (redes de alta tensão) oriundos da subestação Pelotas 3, serão diretamente beneficiados em função da melhoria na qualidade do fornecimento da energia, uma vez que deixará de haver queda de tensão ocasionada pela extensão dos dois alimentadores, cada um com 66 quilômetros.

A subestação será atendida através de uma nova linha de transmissão em 69 mil volts, terá seis novos alimentadores, potência de 18,75 megavolts-ampère (MVA) e o comando acontecerá à distância, através da Central de Operação de Pelotas. O investimento previsto na obra - já que a CEEE possui o transformador e outros componentes - é de cerca de R$ 3 milhões  (na subestação) e de R$ 4 milhões (na linha de transmissão).

Além de melhorar a distribuição na cidade, a subestação de Canguçu permitirá a conexão direta com a Usina Termelétrica de Piratini (biomassa) canalizando a sua produção para o suprimento da região. Segundo o diretor-presidente da Companhia, Antonio Carlos Brites Jaques, “a conclusão destas obras, previstas para o final de outubro deste ano, permitirá maior confiabilidade e, principalmente, o incremento da capacidade de atendimento de novas demandas, relacionadas ao desenvolvimento econômico e social de toda a zona Sul do Estado”. O município possui um dos maiores índices de minifúndios da América Latina, com cerca de onze mil propriedades rurais, das quais 4,78 mil não estão ainda eletrificadas, o que abre boas perspectivas de implantação pelo projeto Luz no Campo.

A nova linha de transmissão será construída pelo consórcio Conenge-SC / Milano  formado pelas empresas Mecânica e Metalúrgica Milano e pela Conenge SC Construções e Engenharia. As empresas Siemens Ltda e Va Tech Hydro Brasil Ltda são as responsáveis pelas obras da ampliação da Subestação Pelotas 4 e a construção da Subestação Canguçu.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres