Notícias

CEEE Distribuição entrega obra de regularização de energia para comunidade de Albatroz, em Imbé

Obra integra o Programa Energia Legal e beneficia aproximadamente 300 famílias

Por admin / Publicado: 26/10/2015 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

A CEEE Distribuição (CEEE-D) entrega nesta quarta-feira, dia 28, a obra de regularização da energia elétrica que beneficia aproximadamente 350 pessoas da comunidade de Albatroz, no litoral Norte. O evento que terá a participação de representantes da Diretoria da Companhia, da Secretaria de Minas e Energia do Estado, instituições municipais e moradores da região, ocorre às 10h, na RS 786, esquina com a travessa Dois em Albatroz, município de Imbé.

Essa obra integra o Programa Energia Legal e tem o objetivo de regularizar a energia elétrica em áreas que possuem redes clandestinas, situação que traz problemas diretos à qualidade do fornecimento pela concessionária, podendo provocar acidentes e até incêndios. Nessa comunidade em Albatroz, a empresa investiu R$ 205 mil para instalar 44 postes, três transformadores e construir um quilômetro e meio de rede (baixa e média tensão). A última etapa do trabalho por parte da CEEE, após a finalização das ligações, inclui a retirada dos cabos clandestinos - conhecidos como “gatos”.

Conforme dados da Companhia, a estimativa é de que, com esta regularização junto a 76 famílias, haja uma redução nas perdas no sistema elétrico nessa região, refletindo nos indicadores técnicos e na melhoria na qualidade da energia fornecida, inclusive aos clientes regulares do entorno da Comunidade de Albatroz.

Ainda no litoral norte, recentemente, a empresa concluiu três obras desse programa, uma na Zona Norte, em Capão da Canoa, e outra na Zona Nova Sul, em Tramandaí. Outras duas estão previstas para Capão da Canoa e Torres. Considerando a totalidade das regularizações finalizadas e em andamento o investimento nesse programa no litoral norte é de aproximadamente R$ 600 mil.

Benefício para oito mil clientes

Em toda área de concessão, através das ações do Programa Energia Legal, a CEEE já regularizou, desde 2011, o fornecimento de energia para oito mil novos clientes. No total, nesse período, a empresa emitiu 154 mil faturas, o que corresponde a R$ 14,6 milhões de faturamento e a uma arrecadação de R$ 12,8 milhões. A adimplência dos clientes do projeto está na ordem de 87%.

Pelo Programa Energia Legal, a CEEE-D fornece o kit monofásico e, por um período de seis meses, oferece aos clientes residenciais monofásicos uma conta educativa, que cobra a taxa mínima de energia da unidade consumidora, mas mostra também o valor real da conta. Essa ação da Empresa tem o objetivo de fazer com que as pessoas entendam a importância de se utilizar racionalmente a energia elétrica. O valor mínimo da tarifa educativa hoje para uma conta monofásica é de R$ 26,17. Ligações bifásicas têm o mesmo benefício, mas por três meses e, nesse caso, o valor é de R$ 39,79.

O Proprama Energia Legal proporciona também para os clientes que pagam as 12 primeiras parcelas dos kits de entrada da medição – incluídas na própria conta – recebem um abono das 12 últimas prestações, desde que estejam com o pagamento das faturas em dia. Durante o período de vigência da conta educativa, equipes da CEEE-D seguem fazendo visitas regulares aos consumidores que gastaram mais do que 250 kWh (quilowatt-hora), com o objetivo de orientar sobre os hábitos de consumo que podem ajudar a reduzir o valor da conta.

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres