Notícias

CEEE e prefeitura de Canoas firmam parcerias

Subestação Canoas 1 será duplicada e haverá hortas comunitárias sob as linhas de transmissão

Por admin / Publicado: 16/10/2009 Última modificação: 18/10/2019 16h26

Compartilhar

            A Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT) e a prefeitura de Canoas fecharam parcerias para investimentos e projetos sociais. Nesta sexta-feira, o diretor de Transmissão, José Francisco Braga, assinou termo de cooperação com o prefeito Jairo Jorge para instalar o Projeto Alimentar no município. No dia anterior, havia ocorrido outro encontro entre os dois, em que foi tratada a ampliação da Subestação Canoas 1, num investimento de R$ 31 milhões.

            A obra que está sendo negociada com a prefeitura representará a duplicação da capacidade atual da subestação, aumentando a confiabilidade do sistema interligado e a qualidade da energia elétrica fornecida. O diretor da CEEE, José Francisco Braga, encaminhou solicitação de permuta ao município, com o objetivo de utilizar também o terreno da prefeitura que faz divisa com o da Companhia, permitindo essa ampliação.

            Já o termo de cooperação assinado na sexta-feira diz respeito à implementação de uma horta comunitária na área das Linhas de Transmissão da empresa, em Canoas, nos mesmos moldes do que existe hoje em Cachoeirinha, no projeto Semear, cuja safra, no último ano, rendeu mais de cem toneladas. Os alimentos colhidos dentro deste novo projeto – o Alimentar – serão utilizados na merenda escolar. O diretor Braga revelou que o primeiro passo do processo será identificar as lideranças e sensibilizar os participantes. “É uma alternativa que no momento é a mais conveniente para harmonizar os interesses da companhia e do município e proporcionar que a comunidade use a área de forma mais nobre. Além de evitar o risco de a população estar sob as linhas de transmissão, colabora para levar mais dignidade às famílias e desenvolvimento econômico à comunidade”, manifestou.

            O prefeito de Canoas, Jairo Jorge, destacou que o modelo econômico com o qual o mundo estava habituado entrou em colapso e políticas públicas passaram a ser ainda mais necessárias para enfrentar as dificuldades. “Estamos buscando um novo modelo, que crie alternativas, reduza as diferenças e permita a construção de uma outra realidade”, disse, acrescentando que o programa Alimentar tem esse objetivo. O projeto existente em Cachoeirinha será referência para a execução do modelo idealizado para Canoas. Estima-se que sejam necessários R$ 35 mil para a colocação de moirões, arames e placas no terreno, que é parte da CEEE e parte da prefeitura.

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres