Notícias

CEEE e Telebrás assinam termo de cooperação para implantar Plano Nacional de Banda Larga no RS

Banda larga deve ser implantada ainda este ano na Região Metropolitana de Porto Alegre

Por admin / Publicado: 21/07/2011 Última modificação: 18/10/2019 16h27

Compartilhar

 

Foi assinado hoje, 21, no Palácio Piratini, um termo de cooperação técnica entre o Grupo CEEE e a Telebrás para ampliar o alcance do Plano Nacional de Banda Larga no Rio Grande do Sul. Com o convênio, tanto o prazo quanto o valor (R$ 250 milhões) inicialmente previstos pela CEEE para implementar a infraestrutura de telecomunicações no Estado deverão ser reduzidos.

Participaram da assinatura o governador Tarso Genro, o presidente do Grupo CEEE, Sérgio Souza Dias e o presidente da Telebrás, Caio Bonilha. Também participaram os diretores de Transmissão, Gilberto da Silveira, Administrativo, Halikan Dias, e de Planejamento e Projetos Especiais, Luiz Antônio Tirello, e os secretários estaduais de Infraestrutura e Logística, Beto Albuquerque, de Comunicação e Inclusão Digital, Vera Spolidoro, de Planejamento, Gestão e Participação Cidadã, João Motta, entre outros representantes do Executivo estadual.

O presidente do Grupo CEEE, Sérgio Souza Dias, afirmou que a parceria trará mais agilidade aos planos da Companhia de implantar o negócio de telecomunicações. Durante a vigência do termo, que é de 60 meses, a infraestrutura de rede da CEEE será complementada pela instalação de equipamentos da Telebrás.

O presidente da Telebrás, Caio Bonilha, adianta que, em três meses, a rede de fibra ótica da estatal deve chegar a Gravataí, onde se conectará aos cabos da CEEE. Com isso, a previsão é de que, ainda este ano, a Região Metropolitana de Porto Alegre já tenha o serviço de banda larga disponível.

As duas empresas não atenderão diretamente o consumidor final, mas provedores locais. O presidente da Telebrás relata que já existem mais de 20 provedores e associações cadastradas em seu site.

O governador Tarso Genro revelou que o governo vai pensar em criar a “bolsa banda larga” para subsidiar o acesso das famílias mais carentes. O preço do serviço deverá ficar em R$ 35 (com impostos) em todo o Brasil.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres