Notícias

CEEE encerrou 3ª Semana Nacional de Segurança

Objetivo foi conscientizar a população sobre o uso seguro da energia elétrica.

Por admin / Publicado: 08/11/2008 Última modificação: 18/10/2019 16h26

Compartilhar

A peça A Família Gaúcha em A Grande Lição foi uma das atrações da programação de encerramento da 3ª Semana Nacional de Segurança com Energia Elétrica na área de atuação da Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE D). O espetáculo, com texto de Pedro Gonzaga e direção de Ângela Gonzaga, foi apresentado para mais de mil pessoas em duas sessões neste domingo (09) no Parque Moinhos de Vento, que estava completando 36 anos.

Além do teatro, a CEEE promoveu, no local, blitz educativa, oficina de arte com foco na segurança e exposição de equipamentos utilizados pelos técnicos da empresa na realização do trabalho, no dia-a-dia, junto às redes elétricas.

Em Bagé, a Semana Nacional de Segurança também encerrou as neste domingo no Largo da Prefeitura. Em conjunto com órgãos públicos do município e empresas da cidade, a Companhia distribuiu materiais informativos e esclareceu à comunidade sobre os cuidados com o uso da energia elétrica.

Campanha iniciou dia 03


Funcionários as empresa dos setores técnico, comercial e administrativo em todo o Estado estiveram mobilizados desde o último dia 3, especialmente nos municípios de Bagé, Camaquã, Osório, Pelotas, Porto Alegre e Rio Grande, com a meta de divulgar e orientar sobre os perigos da eletricidade e as formas de prevenir acidentes. Somente em palestras, o projeto atingiu mais de cinco mil estudantes. Esse trabalho que está no terceiro ano consecutivo faz parte de uma campanha nacional, coordenada pela Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica, com a participação da CEEE e de outras 30 concessionárias no país.

O foco da Semana Nacional da Segurança de 2008 foi direcionado as quatro mais freqüentes causas de acidentes com choque elétrico, segundo dados estatísticos do setor elétrico, que são empinar pipas e papagaios em locais inadequados, instalar antenas de TV perto da fiação elétrica, movimentar andaimes e objetos metálicos nas proximidades das redes de energia e manipular condutores energizados para fazer ligações elétricas clandestinas.

Segundo levantamentos realizados pela Fundação Coge, entidade que se dedica ao estudo e pesquisa dos métodos, processos e rotinas de gestão adotados pelas empresas de energia, houve, nos últimos sete anos (período 2001 a 2007), uma média anual de 992 pessoas acidentadas, sendo 329 fatais, 266 com lesões graves e 397 com lesões leves. Considerando especificamente os quatro temas da campanha, o número médio de pessoas acidentadas anualmente no Brasil chega a 412, sendo 132 fatais, 125 com lesões graves e 155 com lesões leves.

Baseado na mesma base de dados, o pior resultado é o número de acidentes causados pelo furto de energia. Nesse item o número de mortes subiu no país de 39, em 2006, para 52 em 2007, ou seja, o equivalente a uma morte por semana. Segundo informações do Setor de Queimados do Hospital Cristo Redentor, onde são internadas, por mês, em média, 20 pessoas, 5,5% ingressaram por queimaduras provocadas por choque elétrico. Já o Hospital de Pronto Socorro atendeu, desde janeiro de 2007, 295 pessoas com queimaduras causadas por corrente elétrica.

Dicas importante

Em casa

  1. Não faça ligações clandestinas ou "gatos" na rede elétrica, nem permita que façam. Além de ilegais, elas sobrecarregam o sistema e podem provocar sérios acidentes.
  2. Cuide para que crianças não mexam em tomadas, fios ou aparelhos elétricos. Para evitar acidentes, instale protetores de plástico nas tomadas que só deverão ser retirados quando for utilizada.
  3. Ao trocar ou instalar uma lâmpada, não toque na parte metálica.
  4. Não passe os fios elétricos debaixo dos tapetes, mobílias e cortinas. Isso pode provocar incêndio!
  5. Para desligar aparelhos, nunca puxe pelo fio. Use sempre a tecla ou botão de liga/desliga.
  6. Não ligue vários aparelhos numa só tomada. Isso também pode causar incêndios.
  7. Não toque na parte elétrica de aparelhos com facas ou objetos de metal. Primeiro, desligue o aparelho.
  8. Só mude a chave do chuveiro (inverno/verão) com o aparelho desligado.
  9. Nunca manuseie equipamentos elétricos com os pés ou as mãos molhadas.
  10. Desligue imediatamente o eletrodoméstico, caso ele comece a fazer barulhos estranhos ou a soltar faíscas. Conserte-o somente em oficinas de confiança.
  11. Nunca bloqueie as chaves dos disjuntores ou substitua os fusíveis por arame, moeda, papel de cigarro, etc.
  12. Não deixe crianças soltarem pipas ou papagaios perto de redes de energia. A pipa deve ser confeccionada com linha de algodão secas e sem cerol. Caso fique presa na rede elétrica, não tente soltá-la. Isso é muito perigoso.
  13. As antenas de rádio ou TV devem ser instaladas de maneira que não se aproximem, nem toquem ou caiam sobre os fios da rede elétrica.
  14. Nunca improvise extensões ou emenda dos fios de ferramentas elétricas. Siga sempre as instruções do fabricante.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres