Notícias

CEEE faz blitz da Segurança na Feira do Livro

Atividade marca a abertura da V Semana Nacional de Segurança com Energia Elétrica

Por admin / Publicado: 08/11/2010 Última modificação: 18/10/2019 16h27

Compartilhar

A Feira do Livro de Porto Alegre oferece mais do que a cultura impressa nos exemplares colocados nas bancas pelas editoras. Os visitantes têm acesso também a serviços e orientações que vão além. Nesta segunda-feira, por exemplo, mais de mil cartilhas sobre segurança no uso da energia elétrica foram distribuídas nos corredores do evento. A ação, que marcou a abertura da V Semana Nacional de Segurança com Energia Elétrica na área de concessão da CEEE-D, contou com a participação de 15 empregados da Companhia, responsáveis pela distribuição do material educativo e de brindes para adultos e crianças que passassem pela área em que o estande esta instalado, quase em frente ao Memorial do Rio Grande do Sul. Além das cartilhas, as crianças aproveitaram para brincar com o boneco Watt, que ajudou a explicar para elas a importância de se cuidar para que o uso do serviço seja utilizado apenas como um bem e não represente um risco à saúde e à segurança dos pequenos e de suas famílias.

Os adultos foram orientados sobre como proceder no uso correto e seguro da energia elétrica, e receberam a cartilha, mas também ganharam trenas e ímãs de geladeira com o número do teleatendimento da CEEE. Durante duas horas, os freqüentadores da Feira aprenderam um pouco mais sobre os perigos que podem ser evitados no dia-a-dia para reduzir o número de acidentes com energia elétrica, que, só no ano passado, tiraram a vida de 280 pessoas no Brasil, conforme dados apurados pelo setor elétrico brasileiro. Quatro são os tipos de ocorrências abordados na campanha de segurança: Soltar Pipa ou Papagaio; Instalar ou Reparar Antena de TV; Construção ou Manutenção Predial; Ligação Elétrica Clandestina (furto de energia). Levando em consideração essa lista, o total de mortes chegou a 144. Os dois mais críticos no ano passado foram construção e manutenção predial, com 90 mortes, e ligação elétrica clandestina (furto de energia), com 32 mortes.

 

DETALHAMENTO DOS DADOS

 

Atualmente, as 63 distribuidoras do País fornecem seus dados para este sistema de informação. A análise dos dados dos últimos nove anos (de 2001 a 2009) mostra uma média anual de 968 pessoas acidentadas, sendo 324 fatais, 242 com lesões graves e 403 com lesões leves. Nos quatro tipos de ocorrências consideradas diretamente na Campanha de Segurança, o número médio de pessoas acidentadas anualmente é de 413, sendo: 136 fatais, 118 com lesões graves e 159 com lesões leves, representando 43% do total dos acidentados e respondendo, igualmente, por 43% da taxa de gravidade dos acidentes.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres