Notícias

CEEE faz reuniões com comunidades de Porto Alegre

Encontros nas comunidades da capital reuniram aproximadamente 600 pessoas

Por admin / Publicado: 25/03/2013 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

Aproximadamente 600 pessoas das Vilas Conquista, Jardim Protásio Alves II e Jardim do Verde, zonas Norte e Leste de Porto Alegre, participaram neste domingo (24) de reuniões com a equipe da Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D) para conhecerem detalhes do Programa Energia Legal. O projeto que já beneficiou 1,3 mil famílias em 2012 tem o objetivo de combater os “gatos de energia”, diminuir as perdas não técnicas da empresa e melhorar a qualidade de vida das pessoas por meio da oferta regular da energia elétrica.

Conforme o planejamento da Companhia, neste ano, com a aplicação de recursos na ordem de R$ 3,5 milhões, 28 comunidades da capital terão o fornecimento da energia regularizado, o que representa um total de 6062 famílias. Nos encontros que estão ocorrendo de forma regular nas comunidades que integram o Energia Legal, além do repasse das informações gerais e esclarecimentos de dúvidas dos moradores, nessa etapa é dado início ao cadastramento das famílias para a instalação dos kits de entrada das unidades consumidoras e a efetiva ligação da luz.

Considerando as três comunidades que participaram do trabalho no último final de semana, a empresa está investindo R$ 570 mil na construção de 8,2 quilômetros de redes de média e baixa tensão, instalação de 176 postes e colocação de 16 transformadores. Pelo projeto, a empresa faz a nova rede e oferece condições especiais de parcelamento para aquisição de kits de padrão de entrada nas ligações monofásicas. O poste e os outros equipamentos da entrada de energia podem ser quitados em 24 meses diretamente na conta de luz. Há, ainda, a isenção de pagamento das 12 últimas prestações para quem estiver adimplente com a Companhia.

A partir da ligação regular da energia, o novo cliente residencial passa, ainda, a receber uma conta educativa por seis meses. Nesse período, o documento informa o valor real do consumo, e apresenta, também, o valor mínimo correspondente ao tipo de ligação, o qual será válido para pagamento. Segundo os técnicos encolvidos no trabalho, o objetivo do procedimento educacional e temporário é estimular uma mudança nos hábitos de consumo, que resulte numa conta compatível com as condições de pagamento de cada família.

Caraterísticas das obras

Na Vila Conquista, moram 280 famílias. A nova rede, no valor de R$ 110 mil, tem uma extensão de 1,3 quilômetros e é sustentada por 15 postes e possui três transformadores. Nesse local, a rede já está instalada e o trabalho agora é de entrega e recolhimento das fichas cadastrais para emissão/entrega dos contratos de parcelamento do kit padrão monofásico.

Na Vila Jardim Protásio Alves II, a nova rede no valor de R$ 250 mil que beneficia 600 famílias, tem 101 postes, seis transformadores e 4, 2 quilômetros de extensão. Na reunião do domingo, foram entregues as fichas cadastrais para os consumidores, para posterior instalação  .

No Jardim Verde, a nova rede no valor de R$ 210 mil, com 2,7 quilômetros, tem 60 postes e sete transformadores. O trabalho de entrega e recolhimento das fichas cadastrais está sendo realizado com o apoio da liderança comunitária local. A próxima etapa é a emissão e entrega dos contratos de parcelamento do kit padrão monofásico.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres