Notícias

CEEE investe em tecnologia para reduzir perdas no sistema

Parceria com a empresa gaúcha IMS traz inovação e melhora a eficiência operacional da CEEE Distribuição

Por admin / Publicado: 09/03/2017 Última modificação: 18/10/2019 16h29

Compartilhar

A CEEE Distribuição (CEEE-D) adquririu 3,8 mil registradores de alta tecnologia que medem circuitos elétricos e possibilitam fazer o monitoramento de áreas com índices mais significativos de perdas comerciais, visando ações imediatas por parte da Companhia. A assinatura do contrato entre a CEEE-D e a IMS Power Quality ocorreu nesta semana entre representantes das duas empresas na sede do Grupo CEEE, em Porto Alegre.

O projeto, no valor de R$ 6,3 milhões, utiliza recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e faz parte do Programa de Combate às Perdas que vem sendo desenvolvido pela Companhia desde o ano passado. É integrado, ainda, por diversas outras ações que envolvem, além do acréscimo de equipes de fiscalização, gestão de recursos e investimentos em inovação e mais tecnologia para evitar desvios ou furtos de energia elétrica.

Conforme o diretor de Distribuição do Grupo CEEE, Júlio Hofer, esta é mais uma etapa importante adotada pela gestão com o objetivo de diminuir as perdas da Companhia e melhorar a eficiência da empresa. As fraudes de energia em alguns segmentos, aliadas às ligações clandestinas decorrentes das ocupações desordenadas de áreas urbanas são os principais itens causadores das perdas globais da CEEE-D. O Diretor ressalta que esses equipamentos serão utilizados de forma sistemática nos circuitos elétricos de toda área da CEEE-D. A empresa é responsável por um mercado de 1,6 milhão de clientes em 72 municípios das regiões Sul e Sudeste do RS.

Hofer destaca ainda que os principais ganhos com a instalação dessa tecnologia estão na maior assertividade das equipes de inspeção, com a consequente redução de custos operacionais, bem como na obtenção de informações sobre qualidade da energia fornecida. “Além disso, a empresa terá disponível dados operacionais, como a identificação de falta de energia, informação que contribuirá para uma ação imediata da CEEE nos casos de interrupção do fornecimento”, diz.

Equipamento pioneiro

A solução para a produção dos equipamentos adquiridos da IMS é resultado das necessidades específicas apresentadas pela CEEE-D  e, a partir de agora, poderá ser útil também a outras concessionárias que precisem utilizar ações para reduzir perdas comerciais, diz o gerente Comercial, Alex Saucier. A IMS é uma empresa gaúcha, fundada em 1981, com sede em Porto Alegre. Com 43 empregados, ela produz e comercializa equipamentos eletrônicos altamente eficazes, para monitoramento da quantidade e da qualidade da energia utilizada, atendendo aos requisitos exigidos pelo regramento do setor elétrico nacional. Os aparelhos de medição fabricados pela empresa passam por aferição junto à Rede Brasileira de Calibração (RBC).

O equipamento adquirido pela CEEE-D da IMS, o PowerNET P-600 G4 Balance, atende integralmente aos requisitos do edital da Licitação Pública Nacional além de possuir características superiores às inicialmente solicitadas, como medição dos principais fenômenos ligados à qualidade da energia elétrica (SAG e SWELL), e normas do Regulador Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e que padronizam as atividades técnicas relacionadas ao funcionamento e desempenho dos sistemas de distribuição de energia elétrica.

Consequências da Fraude de Energia

·         É crime, e crime continuado, com prisão prevista no Artigo 155 do Código Penal;

·         É crime de sonegação fiscal;

·         Envolve concorrência desleal;

·         Envolve questões de cidadania, ética e moral, já que o cliente regular paga pelo fraudador, que não paga pelo uso da energia elétrica;

·         Traz perdas ao sistema de energia;

·         Diminui a qualidade da energia ofertada a quem paga;

·         Traz riscos à segurança e pode provocar acidentes fatais;

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres