Notícias

CEEE licita empresa para instalar redes ecológicas em POA

Investimentos da CEEE serão de R$ 3 milhões e trabalhos devem começar em abril

Por admin / Publicado: 20/03/2012 Última modificação: 18/10/2019 16h27

Compartilhar

             A CEEE vai investir R$ 3 milhões na substituição de redes convencionais por ecológicas em diversos pontos de Porto Alegre. A concorrência, aberta na última sexta-feira, 16, teve a empresa Endicon, do Pará, como vencedora. Nos próximos dias o resultado deverá ser publicado no Diário Oficial do Estado e a estimativa de assinatura do contrato é para a metade de abril. Serão 32 alimentadores ecológicos (protegidos para minimizar os efeitos do toque de galhos de árvores na rede de energia elétrica), que beneficiarão um total de aproximadamente 50 mil clientes da Companhia na Capital. As equipes de trabalho deverão se apresentar até o dia 30 de abril e as atividades devem ocorrer entre maio de 2012 e abril de 2013. Serão trocadas as redes nos seguintes trechos:

 

·         Rua Edmundo Bastian (da Ouro Preto até Marechal Sampaio);

·         Rua Martins de Lima (da avenida Bento Gonçalves até rua Vinte e Seis de Dezembro);

·         Avenida dos Estados (do viaduto do aeroporto até a Freeway);

·         Rua Corte Real (da avenida Ipiranga até a rua Lucas de Oliveira);

·         Avenida Bento Gonçalves (em frente à PUC);

·         Rua Nove De Março (com avenida Brasília);

·         Ruas Abaeté e Três de Outubro;

·         Rua Coronel Feijó (da Assis Brasil até Cristóvão Colombo);

·         Avenida Paraná (entre a Buarque de Macedo e a Olinda);

·         Ruas Gibram Khalil Gibram e Álvaro Caetano;

·         Ruas Edgar Luiz Schneider, Doutor David de Azevedo Gusmão e Conselheiro Xavier da Costa;

·         Avenidas Quito, Caracas, Montreal e Libaneza;

·         Avenidas Caldeia e João Elustondo Filho;

·         Estrada Afonso Lourenço Mariante (a partir da Estrada João Oliveira Remião);

·         Avenida Lami (com avenida Heitor Vieira);

·         Rua Arnaldo Bohrer (com Rua Pindorama);

·         Avenida Otto Niemeyer (com avenida Cavalhada);

·         Rua Santa Cecília (altura do número 1742);

·         Rua Eça de Queiroz (da Felipe de Oliveira até a Reis Louzada);

·         Avenida Montenegro (da Protásio Alves até a avenida Bagé);

·         Avenida Lajeado (da Carlos Gomes até a rua Guaporé);

·         Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto (com avenida Praia de Belas);

·         Ruas dos Carijós e dos Tapes;

·         Rua dos Tabajaras (com avenida Guaíba);

·         Rua Vasco da Gama (com avenida Ramiro Barcelos);

·         Avenida Copacabana (entre a Wenceslau Escobar e a Pastor Agostinho);

·         Rua São Manoel (entre a avenida Protásio Alves e a rua Cabral);

·         Rua Bernardinho Fraga (com Júlio Lopes Sobrinho);

·         Rua Portugal (da avenida Assis Brasil até a Cristóvão Colombo);

·         Ruas Marques de Souza, Juruá e Ricalde Marques;

·         Entorno das ruas Condor e Nunes Costa;

·         Ruas Capitão Manoel Bravo, Soldado José da Silva e Encantadora;

·         Rua Luzitana (com avenida Cristóvão Colombo);

·         Ruas Bogotá, Guatemala e Emilia Stefani Aloisio.

 

As obras têm como objetivo reduzir as interrupções de energia elétrica causadas pelo contato de galhos de árvores com a rede de distribuição, num total de 25 km de rede de média tensão compactas, 15 km de rede de baixa tensão isoladas, além de 500 novos postes. A durabilidade é superior à da rede convencional, com custo inferior de manutenção. A rua Gonçalo de Carvalho não está relacionada porque a obra naquela região foi executada na segunda quinzena de dezembro de 2011. Assim, atualmente, toda a Rua Gonçalo de Carvalho está coberta com rede ecológica. O resultado foi, até o momento, a redução das interrupções por causa de galhos na rede (o principal motivo de falta de luz naquela região) em 100%. Em 2011, foram 12 desarmes por este motivo, contra nenhum registrado este ano em função desse tipo de ocorrência.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres