Notícias

CEEE reúne técnicos para avaliar interrupção no abastecimento

A conclusão é de que o problema foi pontual e o Grupo está preparado para enfrentar o verão

Por admin / Publicado: 06/01/2011 Última modificação: 18/10/2019 16h27

Compartilhar

            Uma reunião com as áreas técnicas do Grupo CEEE foi chamada, nesta quinta-feira, 06, pelo presidente Sérgio Camps de Morais, para reconstituir a ocorrência do dia anterior. A partir do encontro, os números foram revisados e foi feita a cronologia dos fatos. Problemas originados pela aproximação de vegetação da linha de transmissão da Subestação (SE) Gravataí 2 para a Subestação Porto Alegre 6 (PAL 6) interromperam a atividade dos circuitos que “transportam” a energia, às 14h27: 325 mil clientes ficaram sem abastecimento em Porto Alegre e Viamão. Dez minutos depois, o número de consumidores sem energia caiu para 204,5 mil. Às 15h (33 minutos após o início da ocorrência), restavam 79,5 mil clientes sem energia e, 30 minutos depois, já havia reduzido para 40 mil. Às 16h, havia 20 mil consumidores para quem o abastecimento ainda não tinha sido restabelecido, o que aconteceu entre as 16h10 e as 17h. Foram atingidas sete SEs, três da Transmissão e quatro da Distribuição, o equivalente a 60% da capacidade de atendimento do Grupo na Capital.

A CEEE reitera que trabalhos preventivos são feitos periodicamente através de inspeções nas Linhas de Transmissão e também com equipes contratadas para fazer o corte de vegetação nas faixas de domínio. Também, como procedimento preventivo para o verão, a CEEE realiza a inspeção aérea com sobrevôo da equipe técnica de helicóptero, quando são verificados pontos de risco de vegetação e outros defeitos que possam aparecer, que são repassados para as equipes terrestres fazerem o conserto ou o corte, quando eventualmente necessário. No caso específico da ocorrência do dia 05, havia sido identificada vegetação em área de preservação permanente, com previsão de poda. No entanto, por se tratar de uma área controlada e de difícil acesso, a Empresa estava fazendo os procedimentos necessários para as avaliações de risco e posteriores atividades de corte seletivo de acordo com as legislações ambientais existentes.

Além disso, é equivocado relacionar o fato ocorrido ontem, 05, com o risco sistêmico de falta de abastecimento no verão, visto que a demanda foi inferior a outras registradas em dezembro, quando não houve qualquer problema. Em termos de Transmissão, há folga na capacidade: com a entrada em operação de Candiota 3, o sistema elétrico tem condições de atender até 6,5 mil megawatts de demanda e a expectativa para o período de temperaturas mais altas é de 5,5 mil. O excesso de calor no verão apresenta pontos de risco de distribuição de energia, mas a Empresa tomou medidas preventivas para evitar percalços. Além disso, uma série de obras está sendo realizada para garantir melhoria das condições de atendimento para o verão 2011-2012, quando o consumo deverá ser ainda maior do que o atual, conforme já alertou o Operador Nacional do Sistema (ONS).

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres