Notícias

CEEE restabelece energia a 99% dos clientes atingidos pelo temporal

Estrutura de emergência permanecerá reforçada até que todos estejam com a energia restabelecida

Por admin / Publicado: 01/02/2016 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

Após mais de 80 horas de trabalhos intensos de equipes próprias, terceirizadas e contratadas em regime emergencial, e apoio oferecido por empresas e cooperativas parceiras, a CEEE restabeleceu a energia elétrica para 99% dos clientes atingidos pelo temporal de sexta, 29, em Porto Alegre. No fim da tarde desta terça-feira, 02, restam em torno de 3 mil unidades consumidoras para normalizar o abastecimento, embora a conclusão do trabalho de recuperação dos estragos ainda vá demorar mais. O prejuízo da Empresa vai superar os R$ 3,5 milhões: pelo menos 700 postes, 250 quilômetros de alimentadores e 200 chaves foram atingidos e, consequentemente, precisaram ser recuperados ou substituídos. Os dados foram divulgados em entrevista coletiva realizada na tarde desta terça, na sede da Empresa (foto).

Desde o início do temporal, o teleatendimento da CEEE recebeu 146 mil contatos de clientes para informar ou reiterar falta de luz. E, durante as 20 primeiras horas, o sistema de torpedo estava comprometido em função de problemas técnicos na rede de fibra ótica do provedor de dados da Companhia. Nesse período, nenhuma reclamação ingressou por este meio oficial de comunicação da Empresa. O teleatendimento contou com 450 pessoas trabalhando ao longo do período, que se somaram aos mais de mil profissionais dos demais setores entre eletricistas, técnicos e apoiadores de retaguarda. A estrutura permanecerá reforçada até que o último cliente esteja com a energia restabelecida, o que deve ocorrer até esta quarta-feira.

 

Os cinco bairros com maior número de clientes sem luz em função do temporal*

Cidade Baixa – 276 clientes

Petrópolis – 239

Santana – 146

Menino Deus – 106

Floresta – 100

* Fim da tarde de terça-feira, 02. 

Histórico do temporal

Além de galhos e árvores que caíram sobre a rede elétrica, objetos metálicos, placas e telhas também foram arremessados pelo vento contra os cabos e equipamentos da CEEE. A Subestação Porto Alegre 4, na esquina das avenidas Ipiranga e Praia de Belas, teve equipamentos danificados por esse motivo e ficou fora de operação até que os materiais fossem substituídos ou consertados. Uma nova interrupção para manutenção emergencial precisou ser feita entre as 4h e 5h na manhã de terça-feira, 02, para concluir os reparos na unidade. Já a Subestação Porto Alegre 5, na esquina da Lucas de Oliveira com a Casemiro de Abreu, teve um cabo de cobertura rompido, também ficando sem operar. Assim, no ápice do temporal, a CEEE estava com duas subestações fora de operação, 125 alimentadores (redes de alta tensão que saem das subestações para os bairros) e 450 mil clientes sem energia (dos 650 mil de Porto Alegre), o equivalente a 70% do total.

 

Contato com a Companhia

Durante o temporal, mesmo com feriado, a Central de Teleatendimento da CEEE (0800 721 2333) operou com toda a força de trabalho disponível. No entanto, devido à gravidade do temporal, houve um grande número de ligações, provocando congestionamento.

 

Dicas de segurança

A CEEE Distribuição alerta para alguns cuidados que devem ser tomados em temporais:

·         Não se aproxime nem toque em cabos rompidos ou caídos. Avise imediatamente a CEEE Distribuição pelo 0800 721 2333.

·         Em áreas alagadas, desligue a chave geral (disjuntor) do imóvel e, caso esteja na rua, afaste-se da rede elétrica. A água é condutora de energia e há risco de choque elétrico, mesmo sem contato direto com a fiação.

·         Durante chuva forte com raios, procure abrigar-se em local seguro. Em casa, retire todos os aparelhos da tomada até que a intensidade da chuva diminua.

·          Não tente remover telhas e galhos que estejam sobre a rede. Eles podem estar energizados.

 

Tempo e critérios de atendimento

Quando há temporais, o número elevado de ocorrências e as condições geográficas (distância, dificuldade de acesso por alagamentos, queda de árvores e de barreiras) podem provocar aumento do tempo para o restabelecimento da energia elétrica. A CEEE Distribuição prioriza o atendimento das situações que envolvem risco de vida, serviços essenciais (como saúde, água e segurança) e, após, conforme os procedimentos estabelecidos pela ANEEL, as demais ocorrências, de acordo com o número de unidades consumidoras atingidas. Seguindo este critério, são verificados e reparados subestações, alimentadores (redes de média tensão), redes de distribuição de baixa tensão e, por último, casos individuais. É importante ressaltar que, em áreas alagadas, por motivos de segurança, o fornecimento de energia só pode ser restabelecido após a normalização do nível da água.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres