Notícias

CEEE suspende fornecimento de energia em Academia

Estabelecimento é autuado pela quarta vez

Por admin / Publicado: 03/10/2012 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

 

O Grupo CEEE, em ação conjunta com a Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira, 04, notificou por furto de energia elétrica uma academia do bairro Tristeza, zona sul de Porto Alegre. Técnicos do Departamento de Grandes Clientes e Perdas Comerciais (DGCPC) constataram irregularidades no painel de entrada do estabelecimento, que estava conectado diretamente à rede de distribuição de energia elétrica da Companhia.

Esta é quarta vez que a CEEE identifica problemas do gênero nesta unidade consumidora.  Segundo levantamentos anteriores, estima-se que a dívida esteja em torno de R$ 50 mil. No entanto, os técnicos continuam verificando outras pendências referentes a este cliente que poderá dobrar o montante devedor.

O supervisor do DGCPC, Rodrigo Franke, ressalta que a CEEE-D está intensificando a fiscalização na tentativa de inibir essas ações fraudulentas, que causam grandes prejuízos financeiros à Companhia. Segundo ele, cerca de 40 casos de furto ou desvios de energia elétrica são registrados diarialmente apenas em Porto Alegre e região. Conforme dados da Divisão de Medição e Proteção da Receita (DMPR), foram realizadas, de janeiro a agosto deste ano, cerca de 26,8 mil fiscalizações, sendo que foram constatadas 7.819 irregularidades, em toda a área de concessão da CEEE-D. Os valores calculados a receber chega a R$ 32 milhões, tendo sido recuperados aos cofres da Companhia R$ 9 milhões.

 Os eletricistas da concessionária suspenderam o fornecimento de energia elétrica que estava conectado diretamente à rede. O proprietário foi notificado outra vez, devendo preparar o painel de entrada para o fornecimento de energia, conforme padrão regulamentado. A partir do atendimento às exigências da CEEE-D, a unidade consumidora poderá obter a ligação normal.

Se depender da CEEE e da Delegacia de Repressão Contra os Crimes do Patrimônio das Concessionárias e Serviços Delegados, o combate às irregularidades será ampliado e permanente. A delegada Roberta Bertoldo da Silva salienta que, após o boletim de ocorrência, é instaurado um inquérito policial para apurar o crime de furto de energia elétrica. Em decorrência do período eleitoral, no caso desta quinta-feira, 04, a delegada não pôde efetuar a prisão do responsável pelo estabelecimento comercial. 

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres