Notícias

CEEE trabalha nas praias para repor fios de energia roubados

Entre o Balneário Pinhal e Torres, a Companhia trabalha com um efetivo de 44 equipes no feriado e final de semana.

Por admin / Publicado: 06/09/2007 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

A Divisão do Litoral Norte da Companhia de Distribuição de Energia Elétrica, com sede em Osório, aumentou o número de equipes neste final de semana prolongado nas praias do litoral norte, para atendimento aos seus clientes. O trabalho está concentrado em serviços de reposição de ramais e redes de energia. A empresa iniciou o feriadão com um reforço nas equipes e no número de eletricistas em todas as praias. Entre o Balneário Pinhal e Torres, a Companhia está trabalhando com um efetivo de 44 equipes, sendo duas equipes pesadas - com caminhões e mais eletricistas - uma em Tramandaí e outra no Balneário Pinhal.

Em Capão da Canoa, até as 17 horas desta sexta-feira, 07, já haviam sido executados 86 serviços, todos registrados através do teleatendimento 24 horas da CEEE, que opera pelo número 0800.721.2333. Na praia de Tramandaí, o trabalho que se prolongou por toda madrugada, continuou nesta sexta-feira, com o atendimento de mais de 270 notas de serviço. Em Balneário Pinhal, ainda há 40 novas solicitações dos clientes para execução, além daquelas que estão com as sete equipes em trabalho nas ruas. Somente nessa praia, a CEEE-D já utilizou,  nos dois últimos dias, 1.600 kg de fios e serão necessários mais 320 para reposição dos casos mais urgentes, todos no âmbito da Agência de Balneário Pinhal. Arroio do Sal registrou outros 30 serviços por furto de redes.

O Chefe da Divisão Regional Litoral Norte da CEEE, José Antônio Lopes dos Santos, lembra que “esta é, infelizmente, uma rotina nos últimos tempos nas praias do litoral norte, que ganha proporções em ocasiões como esta, quando em função de um final de semana prolongado, o cliente, ao chegar a sua casa, detecta que o ramal de energia até a residência foi roubado”. Ele acrescenta que, diariamente, a empresa recebe 60 reclamações dessa natureza, feitas pelos consumidores através do telefone 0800.721.2333.

Pelo levantamento da CEEE, de janeiro a julho deste ano, somente nos municípios do Litoral Norte, já foram furtados 35 toneladas de cabos, o equivalente a R$ 657 mil. Levando-se em consideração os dados apurados no ano passado, os valores ultrapassam a 100 toneladas e a cerca de R$ 3,0 milhões. Pelas estatísticas da Companhia, este crime, hoje, não é restrito as áreas mais isoladas ou com menos concentração de população. Em Porto Alegre, há uma média de 133 furtos por mês. No ano passado, foi preciso repor o equivalente a 24 toneladas de cabos furtados nas ruas da capital. Nestes primeiros oito meses, já foram furtados 36 toneladas, com um prejuízo superior a R$ 830 mil. Os bairros Santa Tereza, Ipanema, Tristeza, Nonoai, Cristal, Teresópolis e Humaitá são os que registram mais ocorrências. Na Região Sul, levando-se em consideração os últimos oito meses, o montante chega a sete mil quilos ou R$ 126 mil.

 

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres