Notícias

CEEE trabalha para ampliar confiabilidade do sistema na região de Pelotas

Empresa envia nota oficial para os veículos da Região

Por admin / Publicado: 08/09/2013 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

Em virtude da falta de energia elétrica ocorrida nos últimos dias na região de Pelotas, o Grupo CEEE vem a público esclarecer as causas para as recentes interrupções dos serviços, o atendimento prestado e as medidas já em andamento para aumentar a confiabilidade do sistema que abastece os municípios da região.

Em duas ocasiões, no final do mês de agosto, dificuldades técnicas de diferentes origens resultaram nos recentes transtornos a parte dos clientes da região Sul. Em ambos os casos, houve imediata ação do Grupo CEEE, entretanto, a complexidade de resolução do caso do dia 31 de agosto ocasionou a falta de energia por período mais prolongado nos municípios de Arroio do Padre, Piratini, Canguçu, Morro Redondo e parte da zona rural e do bairro Três Vendas, em Pelotas.

Com o objetivo de aumentar a confiabilidade, segurança e qualidade da energia fornecida aos consumidores da região Sul, estimada em uma população de 800 mil pessoas, o Grupo CEEE possui um de plano de obras que soma R$ 73,96 milhões, incluindo as que estão em andamento e as previstas para serem concluídas até 2016.

Saiba o que ocorreu

No dia 27 de agosto (terça-feira), houve a necessidade de interrupção de fornecimento de energia elétrica na Subestação Pelotas 3 da CEEE Geração e Transmissão, situada no Passo do Salso, para implantação de novo sistema de proteção solicitado pelo ONS (Operador Nacional do Sistema). O desligamento ocorreu das 12h34 às 13h33 do dia 27 de agosto. Naquela ocasião, ficaram sem energia clientes dos municípios de Arroio do Padre, Capão do Leão, Pelotas, Piratini, Canguçu e Morro Redondo.

Já na noite do dia 31 de agosto (sábado), houve falha do transformador da Subestação Pelotas 4, localizada na estrada de acesso à localidade de Monte Bonito. Ficaram sem energia elétrica moradores dos municípios de Arroio do Padre, Piratini, Canguçu, Morro Redondo e parte da zona rural e do bairro Três Vendas, em Pelotas. A análise preliminar, feita ainda na noite do dia 31, apontou a necessidade de conserto do transformador. Em seguida, foram tomadas as providências para a utilização de uma subestação móvel da CEEE, localizada em Taquara, e que seria capaz de suprir a demanda necessária na região. Foi necessário obter, junto às polícias rodoviárias Federal e Estadual, os licenciamentos para o transporte, o que ocorreu na madrugada de domingo para segunda-feira, 02. Com sua chegada a Pelotas, foi realizada a adequação do sistema de proteção e energização da subestação, que está funcionando desde as 8h35min daquele dia. 

O conserto do transformador da Subestação Pelotas 4 foi concluído, e o equipamento já em condições de operação. No dia 06 de outubro ocorrerá desligamento programado durante o dia para a reinserção  ao sistema.

Investimentos para a região

Para ampliar a confiabilidade, segurança e qualidade da energia fornecida aos consumidores, estão em andamento e previstas na região Sul do Estado uma série de obras e investimentos.

Obras em andamento:

- Ampliação da Subestação Pelotas 1, com a conclusão prevista para março de 2014, num investimento de R$ 10,92 milhões. Além de outro transformador que vai aumentar a capacidade da subestação, nesta obra está prevista uma nova linha de transmissão que irá trazer energia da subestação da Quinta até a subestação, num investimento de R$ 6,9 milhões.

- A Gerência Regional Sul está investindo, entre 2013 a 2015, R$ 10 milhões na implantação de novos alimentadores, além de melhorias e reforços nos existentes.

- Ampliação da Subestação Quinta está prevista para ficar pronta no início do próximo ano. Esta é uma obra que vai alterar a configuração do sistema elétrico na Região Sul. O valor da obra é de R$ 33,5 milhões.

Obras em licitação com previsão de conclusão para os próximos 36 meses:

- Entre as melhorias previstas para a região está a construção da Subestação Morro Redondo, em fase de licitação. Esta obra é uma antiga reivindicação da comunidade e tem o prazo de conclusão previsto para o final de 2014. O investimento é de R$ 12,6 milhões.

- Outro investimento que atende a solicitação da comunidade é a construção da Subestação Piratini. Este projeto está na etapa de busca de terreno e a licitação deverá ser concluída até janeiro de 2014.

- No rol de obras para a região constam, ainda, a ampliação da Subestação Pelotas 3, que será licitada até janeiro do próximo ano, e a construção de uma nova subestação, a Pelotas 5, cuja licitação ocorrerá nos próximos 60 dias. Estas duas unidades, juntas, somam um investimento de R$ 40,1 milhões.

A entrevista do gerente da Regional Sul, Fabricio Oliveira Silva pode ser ouvida no Link.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres