Notícias

CEEE vai inspecionar 5 mil km de rede elétrica no RS

O trabalho iniciou nesta sexta-feira, 23, e vai até dezembro.

Por admin / Publicado: 23/11/2007 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

O presidente do Grupo CEEE, Delson Luiz Martini, e o Diretor de Transmissão, José Francisco Pereira Braga, acompanharam, nesta sexta-feira, dia 23, o início dos trabalhos de inspeção aérea que a Companhia fará nas linhas de transmissão, de 230 kV, existentes no Rio Grande do Sul. Ao todo, são mais de cinco mil quilômetros de linhas, apoiadas em torres metálicas, com 30 a 35 metros de altura, muitas delas em locais de difícil acesso.

Delson Martini explicou que o grande objetivo da operação é identificar e prevenir problemas nas redes e nas subestações, com o intuito de evitar possíveis ocorrências de cortes do fornecimento de energia elétrica, especialmente nos meses de verão, com o aumento do consumo em função do calor, é o período de maior solicitação do sistema elétrico. "Todos os tipos de situações serão identificadas e corrigidas pelas equipes de manutenção", afirmou. Um dos principais problemas refere-se às árvores existentes sob os cabos de alta tensão, que crescem e interferem nas linhas de transmissão, sendo necessário, nesses casos, proceder a retirada do vegetal. Além das estruturas das torres, também serão averiguadas as condições dos condutores, altura dos cabos, pára-raios e isoladores, que, especialmente nas periferias das cidades, sofrem muito com o vandalismo. Informou, ainda, que todas essas linhas já foram vistoriadas por terra durante o ano e os trabalhos de inspeção com aeronave se estenderão até o dia 20 de dezembro próximo.

Entre as diversas formas de execução da inspeção e manutenção preventiva, a CEEE-GT, como as demais empresas do setor elétrico brasileiro e mundial, está utilizando a inspeção aérea em larga escala, com helicóptero locado através de licitação para esta finalidade, com o intuito de verificar as condições físicas dos componentes dessas linhas. O método, utilizado há cinco anos pela CEEE-GT, tem se mostrado eficiente, ágil e de baixo custo, uma vez que, em função da rapidez, o custo da mão de obra reduz-se drasticamente, compensando os gastos com o aparelho. "A grande maioria dessas redes encontra-se em locais de difícil acesso, e o uso do helicóptero vai possibilitar a aproximação dessas equipes e uma análise mais precisa da situação das redes", concluiu o presidente do Grupo CEEE.

 

Foto: Beto Rodrigues

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres