Notícias

CEEE vistoria obras da nova rede energia na Vila Gaúcha

Atividade, que incluiu encontro com moradores, ocorreu no último sábado, dia 27

Por admin / Publicado: 29/09/2014 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

A Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D) fez reunião, no sábado (27), com os moradores da Vila Gaúcha, comunidade localizada no bairro Morro Santa Teresa, em Porto Alegre, e que está recebendo rede regular de energia elétrica através do Programa Energia Legal. A ação envolveu também atividades educativas do Programa Estadual de Segurança Pública, coordenadas por servidores da Brigada Militar e Polícia Civil.

Esta obra que exigiu um projeto prévio especial por parte da área de engenharia, em função da topografia da região, já avançou 20% e, conforme previsão da Companhia, deverá estar concluída até o final do ano. No encontro, o diretor de Distribuição da CEEE, Guilherme Barbosa, acompanhado dos secretários estaduais, de Infraestrutura e Logística, João Victor Domingues; e de Habitação e Saneamento, Marcel Frison, repassou aos moradores esclarecimentos sobre o projeto, e também fez alertas sobre a importância do uso correto e seguro da energia elétrica.

A rede na Vila Gaúcha inclui a instalação de 258 postes, sendo alguns de fibra (três vezes mais leve que os de concreto e mais adequados aos acesso existentes na região), 11 transformadores e quatro mil metros de rede. Nas proximidades, a CEEE também está regularizando a energia elétrica na Vila União, localidade onde vivem 250 famílias. Essa rede terá 64 postes, três transformadores e 1,6 mil metros de rede.

 Seis meses de conta educativa

Conforme o diretor da CEEE, comunidades incluídas neste programa podem financiar, por meio da conta de luz, o kit de entrada da energia nas residências, e por um período de seis meses, a partir da ligação efetiva das novas unidades, os clientes residenciais monofásicos receberão uma conta educativa, que traz impresso, além do valor total do consumo, a taxa mínima de energia da unidade consumidora, que servirá para o pagamento da conta do mês. Para as ligações bifásicas, a medida tem uma validade de três meses.

O valor mínimo da conta educativa hoje, no caso de uma ligação monofásica, é de aproximadamente R$ 14,00. Os participantes do programa que pagam em dia as 12 primeiras, das 24 parcelas dos kits de entrada da medição (por meio da própria conta), recebem um abono das demais 12 prestações. Em paralelo, as equipes da CEEE mantêm um acompanhamento às famílias da comunidade para orientar e corrigir hábitos em relação ao uso correto e seguro da energia elétrica.

Com a adoção de programas de regularização de redes de energia da CEEE, a Empresa já beneficiou mais de 5,5 mil famílias, a maioria de comunidades da Capital. No total, nos dois últimos anos, foram emitidas 67,2 mil faturas, o que corresponde a R$ 5 milhões de faturamento e a uma arrecadação de R$ 4,4 milhões. A adimplência dos clientes no projeto está na ordem de 88%.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres