Notícias

Consumo de energia elétrica em dezembro cresceu 3,1% na área da CEEE

Relatório revela que crescimento vem ocorrendo nas classes residencial, comercial e industrial

Por admin / Publicado: 26/01/2010 Última modificação: 18/10/2019 16h26

Compartilhar

O consumo de energia elétrica na área de concessão da CEEE Distribuição registrou um índice de crescimento de 3,1% em dezembro de 2009 na comparação com o ano anterior. Na avaliação do presidente do Grupo CEEE, Sérgio Camps de Morais, esse comportamento é resultado da diminuição dos efeitos da crise internacional, com a consequente retomada da produção industrial, da redução das alíquotas dos impostos para produtos da linha branca, e do elevado calor.

Os segmentos de consumo que tiveram maior elevação nos registros da empresa, nesse mês, foram industrial, comercial e residencial, com 9,9%, 9,8% e 8,6%, respectivamente, na comparação com dezembro de 2008. As informações constam no Boletim de Mercado, relatório que apresenta e analisa os dados comerciais da Companhia. O índice negativo foi o do segmento rural, com queda 37,9%. Sérgio Camps observa que a elevação das chuvas no último trimestre em diversas regiões no Estado provocou uma redução na necessidade de utilização dos levantes hidráulicos na irrigação, o que explica melhor esse resultado.

Conforme as análises da CEEE, os dados mostram também que no ano passado, em comparação com o período anterior, a demanda total na região de atendimento da empresa - capital, litoral Norte e Sul, região Centro Sul e Campanha - recuou 0,5%, passando de um consumo acumulado de  7.312.429 MWh (dez/08) para 7.277.836 MWh (dez/09). Ainda pelo relatório, a CEEE Distribuição fechou o ano de 2009 com 1.438.074 consumidores, sendo que 33% da energia foi consumida pelo segmento residencial que representa 84% do mercado total. A fatia do comércio – 8% do total de consumidores - usou 26% da energia e a indústria outros 19%. No País, a queda do consumo foi de 1,1%, mas, segundo o balanço divulgado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) os dados de dezembro demonstram igualmente um forte sinal de recuperação.

O presidente do Grupo CEEE lembrou também que a empresa vem fazendo investimentos importantes na infraestrutura do sistema energético do Rio Grande do Sul para acompanhar ao crescimento do mercado e a elevação da demanda. Neste mês, o Centro de Operação do Sistema (COS) da Companhia registrou, na tarde do dia 18 de janeiro, o recorde de demanda instantânea de energia elétrica no Estado, quando a marca chegou a 5.029 megawatts (MW). Nesse dia, a sensação térmica em diversas cidades gaúchas  era superior a 37ºC. Somente em janeiro, foram seis dias com demandas superiores a 4.700 MW.

 

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres