Notícias

CCCEV entrega certificados aos participantes da Exposição de Gravura Artística no RS

O evento que encerra a exposição Gráfica Gaúcha ocorre dia 12, às 19 horas, na rua dos Andradas, 1223, em Porto Alegre.

Por admin / Publicado: 09/12/2007 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

O Grupo CEEE e o Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (CCCEV) fazem o encerramento da exposição Gráfica Gaúcha nesta quarta-feira, 12 de dezembro, às 19 horas, reunindo artistas participantes e familiares, além dos colecionadores que emprestaram suas obras para a composição da mostra, que já foi visitada por mais de 12 mil pessoas, desde a abertura, no final de setembro. Na ocasião, o CCCEV entregará certificados especiais aos colaboradores, pela cedência das obras. O evento servirá, também, para anunciar a segunda etapa do trabalho, programada para 2008, e que envolve a trajetória da gravura no Rio Grande Sul, abrangendo a produção gráfica nas últimas duas décadas e meia, a partir de 1980 até os dias atuais.

Durante quase três meses, além da mostra, com 60 trabalhos, foram realizadas demonstrações de impressões em serigrafia e xilogravura na vitrine do espaço cultural, localizado na rua dos Andradas, 1223, em dois dias da semana. Durante esse período, o Grupo Pelos Muros realizou colagem de gravuras nas paredes da sala anexa ao Arquipélago, espaço da casa que abrigou os trabalhos. O resultado de três destas intervenções e a exposição Gráfica Gaúcha ainda podem ser visitados até a próxima sexta-feira, 14 de dezembro.

Resgate histórico

A exposição "Gráfica Gaúcha - A gravura artística no Rio Grande do Sul - 1910 a 1980" teve curadoria de Anico Herskovits e produção de Marisa Santos Veeck e apresentou ao público um resgate histórico e educativo sobre essa técnica, com o que foi desenvolvido de mais importante em cada período. A mostra traçou a evolução da gravura gaúcha, desde seu surgimento como meio de expressão artística, até os anos 80. Este percurso foi pontuado pelos movimentos e artistas mais significativos para o desenvolvimento da arte no Rio Grande do Sul, bem como, sua relação e influência com o que era produzido no País. Nomes de expressão como Pedro Weingärtner, Edgar Koetz, Vasco Prado, Xico Stockinger, Carlos Scliar, Danúbio Gonçalves e Iberê Camargo, entre outros, estiveram representados, bem como, todas as técnicas de gravura praticadas nessa época.

As obras expostas foram cedidas por museus, galerias e colecionadores particulares. "Muitos dos artistas, cujas obras integraram esta exposição, abandonaram a gravura, mas daqueles que continuaram exercendo a profissão, optamos, por apresentar, como contraponto, uma obra de sua autoria, posterior ao período enfocado", explicou Anico, responsável, também, pelos textos do catálogo ilustrado e informativo sobre a mostra e a técnica da gravura.

Segundo Delson Luiz Martini, presidente do Grupo CEEE, empresa mantenedora do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, é importante mostrar e falar sobre a gravura gaúcha, especialmente às novas gerações, que precisam sempre conhecer e aprender sobre a história de um estado rico, também culturalmente. Martini lembra que o CCCEV completa cinco anos de funcionamento na próxima segunda-feira, 17 de dezembro e, desde a sua fundação, tem desenvolvido atividades diversificadas, principalmente àquelas relacionadas à literatura, ao livro e ao papel, portanto nada mais natural que agregar à programação do espaço este trabalho tão significativo, que utiliza o papel como suporte. "

O Centro Cultural CEEE Erico Verissimo está aberto de terça à sexta-feira, das 10 às 19 horas e, no sábado, das 11 às 18 horas. Pelo telefone, 51.3228.9710, grupos e escolas ainda podem agendar visitas com monitoria à exposição "Gráfica Gaúcha - A gravura artística no Rio Grande do Sul - 1910 a 1980", que estará no local somente até sexta-feira (14).

 

Na imagem, obra de Glauco Rodrigues

Foto de Beto Rodrigues - ACS/Grupo CEEE

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres