Notícias

Demanda de energia transmitida pela CEEE tem novo recorde no Estado

A Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) registrou hoje, 21 de fevereiro, às 14h27, um novo recorde de demanda instantânea de energia elétrica no Rio Grande do Sul. A nova marca chegou a 4.280 megawatts (MW), quando a temperatura era de 33,5ºC.

Por admin / Publicado: 20/02/2005 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

A Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) registrou hoje, 21 de fevereiro, às 14h27, um novo recorde de demanda instantânea de energia elétrica no Rio Grande do Sul. A nova marca chegou a 4.280 megawatts (MW), quando a temperatura era de 33,5ºC. Esse índice superou o anterior, que havia ocorrido no dia 13 de janeiro último, quando os equipamentos de controle do Centro de Operação do Sistema (COS) da Companhia haviam marcado uma demanda de 4.275 MW, às 14h32. Apesar das elevadas temperaturas, observadas nos últimos dias e a perspectiva de sua continuidade durante esta semana, o diretor de Transmissão da CEEE, Nilo Quaresma, declara que o sistema elétrico do Rio Grande do Sul opera normalmente, com uma folga de atendimento na ordem de 10 a 15%. Mantidas as atuais condições meteorológicas, o consumo de energia deve manter-se nos dias úteis em patamar acima de 4.000 megawatts.

Segundo estudos técnicos e de mercado feitos pela área de operação da empresa, a capacidade de suprimento do Rio Grande do Sul pode suportar demandas de até 4.600 megawatts. No estado, a CEEE é responsável pela geração hidrelétrica, através de 15 usinas, pela transmissão de energia para toda a área geográfica do Estado e pela distribuição direta aos clientes de 72 municípios gaúchos das regiões sul e sudeste, incluindo a capital, o litoral norte e a zona sul. A nova marca assinalada hoje é a oitava a superar os 4.000 MW. Antes dela, pela ordem, a CEEE havia registrado 4.075 MW (às 14h50 de 27/02/2003); 4.089 (às 19h02 de 31/03/2004); 4.119 (às 19h07 de 01/04/2004); 4.135 (às 19h04 de 06/04/2004); 4.171 (às 19h00 de 13/04/2004); 4.216 (às 18h59 de 14/04/2004); e 4.275 (às 14h32 de 13/01/2005).