Notícias

Denúncia da CEEE vira operação Cartel da Polícia Civil contra eletrônicas de Alvorada e Viamão

Ação ocorreu nesta quarta-feira, 30, com a emissão de 15 mandados de busca e apreensão

Por admin / Publicado: 30/10/2013 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

Agentes da Delegacia de Polícia de Repressão a Crimes contra o Patrimônio de Serviços Delegados (DRCP)  do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) apreenderam, na manhã desta quarta-feira, 30, um conjunto de documentos, formulários, CDs, DVDs e notebooks que poderão comprovar uma fraude de empresas de serviços eletrônicos contra a Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D). A operação denominada de Cartel surgiu a partir de uma denúncia da CEEE, que detectou problemas nos documentos e orçamentos apresentados por essas empresas em processos de solicitação de ressarcimento de danos em equipamentos, em especial os originados por nove empresas de Alvorada e seis de Viamão.

Segundo a delegada que coordenou a operação, Sílvia Coccaro, a ação resultou em 15 mandados de busca e apreensão, com o recolhimento de diversas provas, materiais que agora serão incluídos nos inquéritos. Ela adiantou que, além dos depoimentos de todos os representantes das empresas e alguns clientes beneficiados pelo esquema, poderá ser solicitado ainda juntos aos órgãos competentes, conforme a análise das provas recolhidas, o impedimento da prestação dos serviços por parte dessas eletrônicas.

Silvia Coccaro informou que os ex-prestadores de serviços por já terem feitos outros trabalhos dessa natureza para as concessionárias de energia “sabiam muito bem o que geraria indenização por danos e incentivavam os clientes a acionarem judicialmente a Companhia”, forjando pedidos de ressarcimento, apresentando laudos e orçamentos falsos, alguns previamente combinados entre mais de uma empresa.

O gerente regional Metropolitano da CEEE, Marcelo Paludo, disse que a melhoria dos processos de análise implementados pela Companhia recentemente ajudou a empresa a detectar esse problema e, dessa forma, com o auxílio da polícia civil, estancar a fraude. Paludo informou, também, que nos processos de indenização de equipamentos, a empresa segue os padrões estabelecidos pela legislação do setor elétrico. As informações e os documentos necessários para contatar a empresa nessas situações podem ser conferidos no site www.ceee.com.br.

Considerando a abrangência da Regional Metropolitana, em 2011, o valor das indenizações pagos pela Companhia foi de R$ 2 milhões. Em 2012, o valor chegou a R$ 920 mil e, em 2013, até o momento R$ 604 mil.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres