Notícias

Diretoria do Grupo CEEE apresenta plano de atuação durante o temporal de outubro

Presidente Paulo de Tarso Pinheiro Machado participou de Audiência Pública na Assembleia Legislativa.

Por admin / Publicado: 18/11/2015 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

 

O presidente do Grupo CEEE, Paulo de Tarso Pinheiro Machado, considerou oportuna e positiva a audiência pública da Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo na Assembleia Legislativa realizada na quarta-feira, 18. O evento teve o objetivo de conhecer as ações executadas pelas concessionárias de energia que atuam no Estado, após os fortes temporais registrados nos meses de setembro e outubro. “Essas ocasiões são importantes porque podemos informar aos deputados e ao mesmo tempo situar a sociedade com maior clareza sobre as ações que são realizadas para restabelecer o fornecimento no menor tempo possível em situações de contingência. Além disso, é possível colher insumos para auxiliar à empresa a melhorar de forma gradual e sistemática os seus procedimentos”, disse o presidente, que estava acompanhado do diretor de Distribuição, Julio Hofer.

 

Durante a apresentação, Paulo de Tarso detalhou a atuação da CEEE, em especial o trabalho realizado logo após o temporal do dia 14 de outubro que, segundo ele, exigiu um esquema especial para enfrentar a severidade da situação, especialmente Porto Alegre, uma das cidades mais atingidas. “Até a rede subterrânea sofreu impacto, além das ilhas do Guaíba que já vinham enfrentando problemas pela elevação dos rios, obrigando a empresa a efetuar o desligamento de alguns circuitos de energia pela elevação das águas do Guaíba”, acrescentou. Além do relato específico sobre o plano de contingência, o presidente pontuou também os novos investimentos do Grupo CEEE em diversas regiões do RS e que visam atender o crescimento do mercado e melhorar a qualidade do fornecimento aos clientes.

 

O diretor de Distribuição, Júlio Elói Hofer, contou que uma das providências adotadas no evento climático foi o imediato acionamento do comitê de crise. “Precisávamos enfrentar de forma rápida e ao mesmo tempo garantir a segurança das equipes e da população para consertar os estragos gerados pela queda de 600 árvores, muitas que atingiram e romperam os cabos das nossas redes de distribuição”, relatou. Conforme os dados da CEEE, nesse dia, 438 postes caíram, quatro subestações desarmaram, 16 linhas de transmissão apresentaram falhas e houve ainda problemas de interrupção em 35 alimentadores da Capital (redes de alta tensão que abastecem um conjunto de clientes de diversos bairros). “Avaliamos e verificamos aqui que o trabalho executado teve êxito, já que nas primeiras 24 horas 93% dos 390 mil clientes da CEEE já estavam novamente com fornecimento de energia”, concluiu o Diretor.

 

A audiência pública foi presidida pelo deputado Adilson Troca (PSDB), atendendo a proposta do deputado João Fischer (PP) e reuniu, além da Diretoria da CEEE, os dirigentes da AES-Sul, Antônio Carlos de Oliveira, e da RGE,  Roberto Sartori. Os deputados Any Ortiz (PPS), Nelsinho Metalúrgico (PT), Eduardo Loureiro (PDT), Aloísio Classmann (PTB), Sérgio Turra (PP) e Mário Jardel (PSD) também estiveram presentes à reunião.

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres