Notícias

Em posse de novas chefias da CEEE, diretor destaca evolução dos indicadores da empresa

Novos titulares das Agências de Viamão e Alvorada assumiram nesta semana.

Por admin / Publicado: 12/04/2016 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

As agências da CEEE em Alvorada e Viamão têm novos titulares a partir desta semana. Cristiano Lange de Freitas foi para Viamão e Gabriel Dallaqua Saldanha assumiu a agência de Alvorada. Durante as reuniões nas duas localidades, que aconteceram na segunda-feira (11), o diretor de Distribuição do Grupo CEEE, Júlio Hofer, que estava acompanhado do gerente Regional Metropolitano, Jeferson de Oliveira Gonçalves, deu posse aos novos chefes e comemorou a evolução da Empresa nos indicadores apurados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). “A CEEE Distribuição (CEEE-D) foi a concessionária de energia elétrica do País que mais evoluiu no Desempenho Global de Continuidade (DGC) no último ano, conforme a Aneel. Tivemos 30% de melhoria nos nossos indicadores técnicos e isso é resultado das ações da gestão, que priorizou a integração de áreas e empregados, aliado a inovação tecnológica e a melhoria de processos”, disse Júlio Hofer.

Segundo ele, esse trabalho que já vem apresentando bons resultados, fato que é comprovado pelo melhor valor em 15 anos no indicador DEC (duração de interrupções) e em nove anos no FEC (frequência de interrupções) precisa ter continuidade, já que há novos desafios para a empresa manter a sua concessão, conforme contrato assinado no início deste ano com o órgão regulador.

Freitas assume em Viamão, no lugar de Rosane de Albuquerque Figueiro. Até então, ele ocupava a chefia da Agência de Alvorada, que passará agora a ser coordenada por Gabriel Dallaqua Saldanha, que estava na Agência Cavalhada, na zona Sul de Porto Alegre. Todos iniciam esses novos desafios com a missão que vem sendo passada aos gestores da empresa, de trabalhar com eficiência, focados nos processos e com o objetivo de oferecer cada vez mais melhores serviços aos clientes. “Todos serão parceiros para que possamos colocar a CEEE entre as melhores empresas de distribuição de energia elétrica do Brasil”, acrescentou Júlio Hofer.

Investimentos de R$ 27,2 milhões

O Diretor da CEEE Distribuição destacou também os investimentos que vêm sendo feitos pela Companhia nos dois municípios da região metropolitana e que totalizam R$ 27,2 milhões no período 2014/2016. Nesses projetos, constam ampliação de redes, instalação de equipamentos que permitem melhor gerenciamento do sistema, mutirões de serviços que visam a prevenção de problemas, além da construção da nova subestação Águas Claras, que fica na estrada do Cartório em Viamão, distante cinco quilômetros da RS 040, e que tem previsão de conclusão para este primeiro semestre.

Essa Subestação irá operar com dois transformadores de potência de 25 MVA (megavolts-ampère), além de dois módulos de linha de transmissão (LT) e quatro de alimentadores, e terá uma derivação na atual linha de transmissão de 69 mil Volts que liga as subestações Porto Alegre 6 e Viamão 1 (ramal Brahma/Latasa). Futuramente, a subestação será conectada a uma nova linha de transmissão, a partir da Subestação Viamão 3. 

A construção dos alimentadores é de responsabilidade da Gerência Regional Metropolitana, que atende diretamente 850 mil clientes da empresa nos municípios de Alvorada, Arroio do Ratos, Barra do Ribeiro, Butiá, Charqueadas, Eldorado do Sul, Guaíba, Mariana Pimentel, Minas do Leão, Pantano Grande, Porto Alegre, São Jerônimo e Viamão. Essas novas redes de média tensão servirão para o escoamento da energia para aproximadamente seis mil clientes da região. “A obra - no valor de R$ 1,5 milhão tem 19 quilômetros e utiliza 287 postes - atenderá às expectativas da comunidade, proporcionando melhorias significativas nos indicadores  técnicos de continuidade (DEC e FEC) de Viamão”, destaca o gerente Jeferson de Oliveira Gonçalves

O que é DGC (Desempenho Global de Continuidade):

Conhecido como "Ranking da Continuidade", o DGC compara o desempenho de uma distribuidora em relação às demais empresas do país. O indicador permite avaliar o nível da continuidade do fornecimento da distribuidora (valores apurados de duração e frequência de interrupções) em relação aos limites estabelecidos para a sua área de concessão (limites determinados pelas resoluções autorizativas da própria ANEEL). Pelo último levantamento, em 2015, a CEEE subiu seis posições no DGC. Ao longo do último ano também, a CEEE Distribuição obteve o melhor resultado em 15 anos no indicador DEC (tempo que as pessoas ficam sem energia) e em nove anos no FEC (quantidade de vezes que falta energia elétrica).

Para o presidente do Grupo CEEE, Paulo de Tarso Pinheiro Machado, este destaque feito pela Aneel recentemente à Companhia é um reconhecimento importante e que começa a reverter o que foi dito pelo próprio órgão regulador pouco depois da posse desta gestão, em 05 de fevereiro do ano passado, quando a CEEE era a quarta pior companhia do Brasil. “Conseguimos avançar e já estamos muito próximos do padrão de qualidade regulatório determinado pela Agência”, disse.

Saiba mais sobre o Grupo CEEE

O Grupo CEEE atua no setor energético e está presente em todo o Estado do Rio Grande do Sul, onde possui concessões de usinas hidrelétricas e eólicas, de transmissão e de distribuição de energia, além de participações em empreendimentos ligados ao setor. Criada em 1943, é a maior empresa do setor de energia elétrica do Rio Grande do Sul e a 10ª maior empresa do Rio Grande do Sul, de acordo com a pesquisa Grandes e Líderes no Rio Grande do Sul, realizada pela Revista Amanhã, em novembro de 2015. Também é a Marca de Empresa de Energia mais lembrada e preferida na pesquisa Marcas de Quem Decide 2016 do Jornal do Comércio e a 4ª Empresa Pública mais lembrada.

No segmento de Transmissão de energia elétrica, a empresa é a responsável pela maioria das instalações que compõem a Rede Básica de Transmissão do Estado, viabilizando o transporte e suprimento de energia às concessionárias de distribuição que atuam no Rio Grande do Sul: CEEE Distribuição, AES Sul, RGE, Concessionárias Municipais, Cooperativas de Eletrificação Rural e também a potenciais Consumidores Livres e Produtores Independentes. O Sistema de Transmissão da Companhia une usinas localizadas em território gaúcho ao Sistema Interligado Nacional e a pontos de suprimento e centros de consumo em todo o Estado, cumprindo papel estratégico.

As instalações de propriedade da CEEE e aquelas sob a sua responsabilidade disponibilizadas para o Estado são compostas por 66 Subestações (54 próprias, 2 com cessão de uso, 8 compartilhadas e 2 com contrato de O&M;), que totalizam uma potência superior a 9 mil  MVA (megavolt-ampère). Em Linhas de Transmissão, a CEEE possui mais de 6 mil quilômetros de extensão, que são suportadas por pelo menos 15 mil estruturas e operam nas tensões de 230 mil volts, 138 mil e 69 mil volts. Na área de Distribuição de energia, a CEEE atende 72 municípios do Rio Grande do Sul, num total de mais de 1,6 milhão de clientes nas regiões da Campanha, Sul, Centro-Sul, Metropolitana e todo o Litoral Gaúcho.

 Fotos do empreendimento em Águas Claras, Viamão, podem ser conferidas no endereço: http://www.flickr.com/photos/grupoceee

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres