Notícias

Equipes da CEEE descobrem fraude em dois estabelecimentos de Porto Alegre

Em ambos os casos, o consumo real pode ser até três vezes superior ao registrado

Por admin / Publicado: 08/08/2013 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

Depois de descobrir desvio em uma fábrica de cosméticos, equipes de fiscalização da CEEE Distribuição identificaram mais um furto de energia na zona Norte de Porto Alegre, nesta quinta-feira, 08. Desta vez foi num mercado da rua Didia Jardim Pinto. Os dois casos foram semelhantes. Em ambos, os proprietários foram autuados por desvio na mureta e tinham consumo registrado no medidor em torno de 4 mil quilowatts (kW) por mês, quando, pelo porte dos estabelecimentos, o consumo real deve girar em torno dos 10 mil kW a 15 mil kW por mês, o equivalente a R$ 5 mil. No caso do mercado, o cliente havia sido cortado em julho por falta de pagamento, mas se “autorreligou”. O total da dívida em faturas vencidas não pagas já chega a R$ 21 mil.

Já a fábrica de cosméticos flagrada essa manhã, na avenida General Emílio Lúcio Esteves, o tempo de furto, possivelmente, é maior: apesar do tamanho do empreendimento, os registros de consumos vêm se mantendo no atual patamar, o que indica que, possivelmente, tenham sido adulterados desde o início da ligação. As equipes da CEEE fizeram o levantamento de carga nos dois estabelecimentos e agora a Companhia vai apurar o consumo a ser recuperado para fechar em definitivo o valor  que vinha sendo furtado da Companhia.

A CEEE Distribuição realizou somente no primeiro semestre deste ano mais de 22 mil fiscalizações, num total já recuperado aos cofres da Empresa nesse período de R$ 6,9 milhões, além de outros R$ 5,1 milhões que foram negociados e ainda não pagos de janeiro a junho de 2013. A maioria dos furtos (67% das perdas) ocorre em municípios da área de concessão da CEEE na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres