Notícias

Governadora Yeda aprova projetos do Grupo CEEE

Reunião da Governadora com Daniel Andrade e Delson Martini ocorreu na Secretaria de Infra-estrutura e Logística.

Por admin / Publicado: 09/08/2007 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

"Através de uma gestão eficiente, a CEEE fez a lição de casa. Pagou as suas maiores pendências financeiras e, a partir de agora, está pronta para investir". A declaração é da Governadora Yeda Crusius, feita nesta sexta-feira, dia 10, na Secretaria de Infra-Estrutura e Logística, após reunião com o Secretário Daniel Andrade e o presidente do Grupo CEEE, Delson Luiz Martini, em que acompanhou um relato completo sobre a atual situação financeira das empresas que compõem o Grupo e aprovou a versão final do Plano de Investimentos da Companhia para os dois próximos anos.

A Governadora encerrou a reunião satisfeita com os números apresentados pela Companhia. "Para a CEEE, o futuro é hoje", exclamou a Governadora, dizendo que a CEEE, com o seu fluxo de caixa normalizado, agora está preparada para, através do Plano de Investimentos, realizar as obras necessárias para garantir uma energia de qualidade aos seus consumidores e aos grandes empreendimentos que estão se dirigindo ao Estado a partir do próximo ano.

CEEE volta a investir na Geração

O presidente do Grupo CEEE explicou que as empresas vêm de um prejuízo de mais R$ 61 milhões em 2006 e, em fevereiro deste ano, com um montante de dívidas vencidas para serem pagas, no valor de R$ 67 milhões. Disse que a meta é zerar o prejuízo até o final deste ano, atingir um lucro de R$ 60 milhões em 2008 e, em 2010, um superávit de R$ 170 milhões. "O que é mais importante, é que, a partir deste final de ano, quando zerarmos o nosso prejuízo acumulado, estaremos dando um sinal claro ao mercado sobre a real capacidade de recuperação da empresa", ressaltou. Disse que serão investidos R$ 186,7 milhões, na área de distribuição, e R$ 139,4 milhões, em transmissão, e que, "a partir de agora a CEEE retoma seus investimentos na área de geração, através da integralização, de cerca de R$ 200 milhões, da cota de 9% referente a sua participação acionária na Usina de Foz do Chapecó, o que estava atrasando o início das obras do empreendimento".

Além das obras de melhoria a serem realizadas pela CEEE nos próximos dois anos, Delson Martini falou, também, sobre as metas de implantação de eletrificação rural, através do Programa Luz para Todos, que será concluído até o final deste ano.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres