Notícias

Governo do Estado, CEEE e Prefeitura assinam Programa ReLuz

A medida visa reduzir 40% no consumo de energia elétrica, da iluminação pública da Capital.

Por admin / Publicado: 16/04/2007 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

O Governo do Estado, o Grupo CEEE e a prefeitura municipal de Porto Alegre assinaram, dia 16 de abril, na sede da prefeitura, o Termo Aditivo ao Contrato do Programa Nacional de Iluminação Pública Eficiente (ReLuz), coordenado pela Eletrobrás e desenvolvido pelas concessionárias de energia elétrica. Através desta ação, a CEEE Distribuidora realizará a substituição de 80.500 pontos de iluminação nas ruas, avenidas, praças e outros logradouros do município de Porto Alegre. Trata-se da tecnologia de lâmpadas de vapor de sódio (em vias públicas) e de vapor metálico (em praças e parques), que representarão redução de 40% no consumo de energia, além de maior luminosidade.

Segundo o presidente do Grupo CEEE, Delson Luiz Martini, o Programa promove o uso racional da energia elétrica, através do combate ao desperdício, e vai representar uma mudança significativa do atual sistema de iluminação das ruas da cidade, dentro de uma proposta de valorização do meio ambiente. Explica que a implementação do Programa ReLuz representa redução de demanda no horário da ponta do sistema de energia elétrica, diminuição de perdas e disponibilidade de mais energia para atendimento a novos consumidores sem investimento adicionais, além de um inventário real dos pontos de iluminação pública do município. "Trata-se de um ganho importante na qualidade de vida da comunidade, que passa a ser atendida por uma melhor iluminação pública, gerando mais conforto e, principalmente, segurança nas ruas da cidade", afirma.

O secretário de Infra-Estrutura e Logística, Daniel Andrade, salientou que "nós, do governo do Estado, focamos nossa linha de gestão na cooperação e integração. Exemplo disso é o que ocorre aqui neste momento, quando os governos federal, estadual e municipal unem esforços em benefício do cidadão".

As mudanças proporcionam, também, melhorias nas condições para turismo, comércio e lazer noturnos, além geração de novos empregos e aumento da qualidade de vida da população urbana. O município é beneficiado, ainda, com a redução das despesas de manutenção, devido à instalação de equipamentos de maior vida útil, além da diminuição no valor da conta de energia elétrica, proporcionada pela instalação de lâmpadas e reatores de menor potência e maior eficiência.

O valor do projeto está orçado em R$ 25,6 milhões, sendo que 75% dos recursos (R$ 19,2 milhões) são disponibilizados pela Eletrobrás e 25% (R$ 6,4 milhões), oriundos da administração municipal. O financiamento é feito, diretamente, às distribuidoras de energia elétrica que, em articulação com as prefeituras municipais, executam os serviços.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres