Notícias

Grupo CEEE investe R$ 460 milhões para qualificar o atendimento no verão

Recursos foram aplicados em obras de reforço e melhoria entre janeiro e outubro deste ano.

Por admin / Publicado: 28/11/2014 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

   

Os investimentos realizados pelo Grupo CEEE na infraestrutura energética do Rio Grande do Sul totalizaram R$ 460 milhões entre janeiro e outubro deste ano. A informação é do presidente do Grupo CEEE, Gerson Carrion de Oliveira, que destaca que o grande volume de investimentos realizados recentemente só foram possíveis graças aos financiamentos obtidos junto a instituições internacionais (BID e AFD) e de fomento (BNDES). Metade deste valor foi aplicada em projetos de geração e de transmissão e o restante, no segmento de distribuição, que atende 1,6 milhão de clientes em 72 municípios das regiões Sul, Sudeste e Leste do Estado, incluindo a Capital.

Conforme registros da Companhia, no último verão, a demanda máxima de energia elétrica na área de concessão da CEEE Distribuição cresceu 13,7% na relação com 2013, acima de qualquer índice de acompanhamento do desempenho econômico existente no País.  “Estamos conseguindo realizar os investimentos no mesmo ritmo do crescimento da demanda, recuperando um passivo histórico de aplicação de recursos. E além de todos os investimentos, a Companhia precisa estar preparada também para atuar com agilidade nas contingências, como eventos climáticos e acidentes de trânsito”, diz Carrion. Segundo ele, o compromisso dos técnicos da CEEE em executar o plano de obras ao longo deste ano resultará em um fornecimento de maior qualidade já a partir do verão.

O diretor de Distribuição da CEEE, Guilherme Barbosa complementa, citando, por exemplo, que na Capital e nos 11 municípios da região Metropolitana atendidos pela CEEE Distribuição, em 10 meses, foram aplicados R$ 108 milhões. Os valores incluem construção e ampliação de subestações, linhas de transmissão e novas redes, e a manutenção de redes subterrâneas e aéreas, entre outros projetos específicos nas áreas de serviços e tecnologia. Nas regiões de Osório, Camaquã, Pelotas, Bagé e Rio Grande, esses investimentos ultrapassam os R$ 77 milhões.

Melhorias em toda área de concessão

No Litoral Norte, região do Estado que recebe o maior número de pessoas durante o verão, a CEEE conclui, em 20 dias, os trabalhos de ampliação na Subestação Atlântida. Localizada em Capão da Canoa, e com investimento de R$ 6,5 milhões, essa unidade aumentará sua capacidade em quase 50%, passando de 34 MVA (megavolts-ampères) para 50 MVA. “Esse é um benefício direto para aproximadamente 70 mil clientes dos municípios de Capão da Canoa e Xangri-lá”, afirma Barbosa, acrescentando que a Companhia fechará o ano com investimentos na ordem de R$ 20 milhões nessa região, onde a Empresa atende 23 municípios.

O diretor de Distribuição destaca também a ampliação da Subestação de Torres, que proporcionará, a partir do final do ano, a duplicação da capacidade instalada da unidade, influenciando diretamente a qualidade da energia distribuída a cerca de 15 mil clientes da CEEE de Arroio do Sal, Dom Pedro de Alcântara, Mampituba, Morrinhos do Sul, Terra de Areia, Três Cachoeiras e Torres. O Litoral Norte será beneficiado ainda, até o final de 2015, com a Subestação de Dom Pedro de Alcântara, um projeto de R$ 11 milhões, que inclui também linha de transmissão de 4,7km que a ligará às subestações Atlântida 2, em Xangri-lá, e Torres.

Guilherme Barbosa aponta também os investimentos realizados pela Companhia nas regiões Centro Sul, Sul e Litoral Sul do Estado e que serão importantes para a melhoria do fornecimento. Ele cita a conclusão dos trabalhos nas Subestações Vasconcelos (entre Tapes e Sentinela do Sul) e Santa Vitória do Palmar, além do novo alimentador de 12 km de extensão na praia do Laranjal (Pelotas). Essa última beneficia 13 mil clientes dos balneários Antônio e Valverde, dos Prazeres e Colônia Z3. Barbosa informa também que, no início de dezembro, será colocado em operação um novo transformador na Subestação Rio Grande 1, duplicando a capacidade instalada no local.

 

Reforço na manutenção e no número de equipes

Além das obras de infraestrutura, as Gerências Regionais Litoral Norte e Litoral Sul intensificam, anualmente, a partir de outubro e durante todo o verão, os trabalhos de lavagem de redes e equipamentos da orla marítima para evitar os efeitos da maresia, que pode provocar danos que interrompem o fornecimento de energia.

Outra ação envolve a inspeção nos 40 alimentadores da orla, com o uso do termovisor que detecta possíveis “pontos quentes” – passíveis de provocar o rompimento da rede. Após o diagnóstico, esses locais são incluídos no programa de manutenção técnica para correção dos problemas. Ainda nas ações preventivas, a Gerência Regional contabiliza, em dez meses, mais de mil postes substituídos, poda de oito mil árvores e 21 km de roçadas. Estas atividades visam evitar desligamentos pelo contato da vegetação com redes e equipamentos. 

Durante todo verão, a CEEE reforça a quantidade de equipes e veículos (inclusive com a utilização de caminhões para serviços com “linha viva”, isto é, sem interromper o fornecimento). O horário de atendimento das Agências e Postos de Atendimento ao Cliente também é ampliado.

Todos os endereços e horários podem ser consultados no site www.ceee.com.br. Para solicitar serviços e atendimentos emergenciais, há a possibilidade de acesso gratuito à Central de Teleatendimento, pelo telefone 0800.721.2333. Outra opção de contato com a Empresa, em caso de falta de luz, é o torpedo. Basta mandar uma mensagem com a palavra luz e o número da instalação para o número 27307.

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres