Notícias

Grupo CEEE lança Programa Casa Iluminada

A empresa vai distribuir mais de 290 mil lâmpadas fluorescentes compactas.

Por admin / Publicado: 28/02/2008 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

O Grupo CEEE inicia na segunda-feira, 03 de março, o Programa

Casa Iluminada, que prevê a entrega de lâmpadas fluorescentes compactas de 20 Watts, com reator eletrônico integrado, em substituição a lâmpadas incandescentes. O público beneficiado com o projeto, que possui ligação monofásica e baixo consumo de energia elétrica, é de 145.898 clientes dos municípios localizados na área de concessão da Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE D). No total, serão distribuídas, até agosto de 2008, 291.796 lâmpadas eficientes, com selo Procel e Inmetro.

O lançamento da primeira fase do Programa (de um total de seis) contará com a presença da Diretoria do Grupo CEEE e autoridades locais e ocorre na

terça-feira (04), às 15 horas, na praça central João Goulart, no centro de Alvorada, onde a empresa instalou um quiosque para atendimento aos clientes do município. Além dessa cidade, haverá tendas semelhantes em Guaíba, Osório, Bagé e Dom Pedrito, nas praças da Bandeira, da Igreja Matriz, Silveira Martins e General Osório, respectivamente. Em todos esses locais, o atendimento será das 8 às 19 horas, sem fechar ao meio dia, de segunda à sábado, até o dia 17 de março.

Todos os consumidores selecionados receberam uma mala-direta com as informações completas sobre o projeto. Esta primeira etapa inclui, ainda, o município de Eldorado do Sul e outros 14 do litoral do litoral norte (Arroio do Sal, Balneário Pinhal, Capão da Canoa, Capivari do Sul, Cidreira, Imbé, Maquiné, Mostardas, Palmares do Sul, Tavares, Torres, Tramandaí, Três Cachoeiras e Xangri-lá). A modalidade de entrega nessas localidades é diferenciada. Neste caso, os clientes serão procurados nos seus endereços pela empresa para a troca das lâmpadas.

O presidente do Grupo CEEE, José Francisco Pereira Braga, explica que os consumidores foram previamente escolhidos, em função de seu perfil de consumo. Ele lembrou as vantagens da utilização deste tipo de lâmpada, que proporciona uma redução de até 80% no consumo de energia elétrica. Segundo ele, "essa lâmpada dura até oito vezes mais que as comuns e possui luminosidade equivalente a uma incandescente de 100 watts. No caso de uma de 60 Watts, a redução é de 67%," diz.

O valor do Programa de Eficiência Energética do Grupo CEEE é de R$ 8,3 milhões. Especificamente nessa etapa do Casa Iluminada, foram aplicados R$ 3,6 milhões. Outros R$ 800 mil estão previstos para o Projeto Cheganças, composto pela realização de 150 apresentações na área de concessão da Companhia, na qual é utilizado um caminhão, que se transforma em palco, e diversos instrumentos (teatro, música, etc) para mostrar ações educacionais sobre o uso da energia e os aspectos ambientais envolvidos no processo de produção da energia elétrica.

Outro projetos

Além desse programa, a CEEE D está executando, desde janeiro último, uma ação específica junto às Prefeituras, Hospitais, Unidades de Saúde, Escolas e Órgãos Públicos, visando a eficientização energética dessas unidades de serviço e a conseqüente redução do consumo de energia elétrica. O trabalho beneficia 13 hospitais e 54 escolas em diversas cidades do Estado, cujos recursos de R$ 3,9 milhões estão sendo aplicados na modernização dos prédios e podem representar uma economia mensal, especificamente no gasto com a iluminação, de 25 a 30%. A atividade consiste na troca de reatores, lâmpadas e luminárias mais eficientes, incluindo a substituição de lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas, além da alteração de bombas e motores no caso das estações de bombeamento de água.

Essa ação do Grupo CEEE atende a Lei 9.991 - da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), de 24 de julho de 2000, onde as concessionárias de energia elétrica devem aplicar 0,5% de sua receita operacional líquida em projetos de eficiência energética (combate ao desperdício de energia elétrica). No Grupo CEEE, a coordenação dos projetos é do Departamento de Meio Ambiente e Eficiência Energética.