Notícias

Horário de verão termina no domingo

Economia na ponta do sistema do RS, segundo a CEEE, foi de 180 Megawatts.

Por admin / Publicado: 19/02/2010 Última modificação: 18/10/2019 16h26

Compartilhar

Neste domingo, 21 de fevereiro, encerra a 36ª edição do horário de verão no Brasil, quando os relógios devem ser atrasados em uma hora. A medida ficou em vigor nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal por 126 dias, desde o dia 18 de outubro do ano passado.  

Segundo análises da CEEE, no Rio Grande do Sul, a economia na ponta tradicional do sistema elétrico - entre 19 e 21 horas - deve ser confirmada em 180 MW, associado a uma redução que equivale ao consumo no período de 126 dias do município de Capão da Canoa, que tem uma população de 38 mil habitantes. Em termos de comparação, 180 MW é a capacidade da Usina Hidrelétrica do Jacuí, de propriedade da CEEE e que fica no Salto do Jacuí.

Considerando especificamente a área de atuação da CEEE Distribuição, responsável pelo atendimento a 72 municípios, a economia estimada com a ação que visa estimular o desencontro no uso da energia pelos  diversos segmentos de consumo (residencial e iluminação pública, especialmente)  é de cerca de 65 MW, ou o equivalente a dois meses de consumo de energia em Bagé, município que possui uma população de 112  mil habitantes.

Nos últimos 10 anos, segundo o Ministério de Minas e Energia, a adoção do horário de verão possibilitou uma redução média de 4,7% na demanda por energia à noite, no horário de maior consumo. Essa redução significa que as usinas deixaram de gerar, no horário de pico da carga, entre 19 e 21 horas, cerca de 2.000 MW (megawatts) a cada ano ou 65% da demanda do Rio de Janeiro, ou ainda 85% da demanda de Curitiba.

Em outubro, no início do Horário de Verão, o Operador Nacional do Sistema (ONS), previu uma redução da demanda para esta edição é 4,4% nas regiões Sudeste e Centro-Oeste (1.780 MW) ou o suficiente para abastecer uma cidade com 5 milhões de habitantes. No Sul (RS, SC e PR), a previsão estimada foi de 4,5% de redução na demanda, o que representa 490 MW, ou o que é utilizado no horário de ponta por uma cidade com 1,5 milhão de pessoas.  Já a redução total da energia consumida estimada era de 0,5%,  cerca de 450 GWh no Sudeste e Centro-Oeste e 130 GWh no Sul. 

Desde a ultima edição do HV, o decreto 6.558 estabeleceu datas fixas para o início e término do horário de verão no País. De acordo com o decreto, em todos os anos, a mudança no horário ocorrerá no terceiro domingo de outubro e terminará no terceiro domingo de fevereiro. Se a data coincidir com o domingo de Carnaval, o final do horário de verão é transferido para o domingo seguinte. 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres