Notícias

Litoral Norte terá investimento de R$ 11 milhões em energia elétrica em 2009

Melhorias em circuitos e redes de energia e no PLT atingem os 23 municípios atendidos pela CEEE Distribuição na região.

Por admin / Publicado: 15/05/2009 Última modificação: 18/10/2019 16h26

Compartilhar

A CEEE Distribuição vai fechar o ano de 2009 com investimentos de R$ 11 milhões nos 23 municípios da sua área de concessão e que integram a Gerência Regional do Litoral Norte, com sede em Osório. O anúncio foi feito pelo diretor da área, Rogério Sele da Silva, neste final de semana, no litoral gaúcho, que salientou que essas melhorias serão importantes para dar mais segurança e qualidade no fornecimento de energia elétrica à população durante o próximo verão (2009/2010). Sele participou, neste sábado (16), junto com o gerente Regional da CEEE de Osório, José Antônio Lopes do Santos, da abertura da Rua da Cidadania em Imbé. No estande da Companhia, no evento, o público podia tirar a segunda via de conta de luz e receber informações comerciais. Na oficina de Eco Arte CEEE, que funcionou no mesmo local, as crianças produziram trabalhos artísticos com material de resíduos orgânicos dos Hortos Florestais do Grupo CEEE e brincaram no tapete CEEE EcoTrilha, aprendendo a usar energia elétrica com segurança, sem desperdício e com cuidados especiais ao meio ambiente.  

 

Investimentos

 

Conforme o diretor da CEEE, a Regional da Companhia no Litoral Norte, responsável pelo atendimento de 242 mil consumidores em 23 municípios da região, já realizou, em 2009, 404 obras no projeto Universalização de Energia, totalizando um investimento R$ 2,1 milhões. Até o final do ano, haverá a conclusão de outros 907 projetos, beneficiando 90.700 consumidores, com um investimento de mais de R$ 7 milhões. “Em 2008, nesse segmento, que inclui melhorias e construção de mais circuitos elétricos, os recursos somaram R$ 5,5 milhões”, disse.

Outra ação importante na região, citada por Sele, é o Programa Luz para Todos (PLT), onde, de Tavares até Torres, incluindo Osório, Santo Antônio da Patrulha e Imbé, foram aplicados, nos últimos três anos, pela Regional, cerca de R$ 9 milhões em mais de mil obras que proporcionaram a ligação de energia elétrica para 3750 famílias. Até o final do ano, outras 317 unidades consumidoras terão acesso ao serviço na região, através de 244 obras na área rural dos municípios, no valor de R$ 2 milhões.

Rogério Sele da Silva informou, também, que o roubo de fios nas praias do litoral gaúcho vem diminuindo na região. Segundo ele, em 2007, foram furtados 100 mil quilos de redes e ramais de cobres, o que correspondeu a R$ 2 milhões de reais, valor que foi reduzido, em 60%, em 2008, quando houve o roubo de 40 toneladas de cabos, ou o equivalente a R$ 780 mil. “Em 2009, até março, registramos 1,5 mil quilos furtados”, acrescentou. Sele considera que essa redução deve-se ao auxílio mais efetivo dos órgãos de segurança e, também, ao empenho da Empresa em substituir materiais usados nas redes elétricas, como o cabo bimetálico, de aço revestido por uma fina camada de cobre para conduzir a corrente, e o multiplexado, composto por um feixe de fios de alumínio isolado com revestimento plástico.

 

Melhoria dos serviços

 

Rogério Sele explica que a área de Distribuição da Companhia trabalha, no período 2009/2010, focada em 13 Programas Estruturantes, o que permite organizar os processos internos de trabalho e direcionar com maior segurança os investimentos da empresa, seguindo o que determina os contratos de concessão (com o agente regulador, no caso, a Agência Nacional de Energia Elétrica), de gestão (com o Governo do Estado) e os objetivos estratégicos da Companhia. "O nosso propósito é melhorar o fornecimento de energia elétrica e o atendimento às comunidades gaúchas dos 72 municípios que compõem o mercado da CEEE Distribuição", esclarece. Neste mês, a Diretoria fez encontros de sensibilização sobre o seu planejamento estratégico nas Regionais de Camaquã, Pelotas, Rio Grande, Porto Alegre e Osório.

Os Programas Estruturantes destacam o Atendimento ao Cliente, Mercado, Equilíbrio Econômico-Financeiro, Fornecimento de Energia com Qualidade e sem Quedas de Tensão, Gestão da Mobilidade, Imagem, Informação e Comunicação com o Cliente, Modernização da Gestão, Redução de Perdas Comerciais, Redução de Perdas Técnicas e Sobrecargas no Sistema Elétrico, Saúde e Segurança, Meio Ambiente e Sustentabilidade.

 

FOTO: No estande da CEEE na Rua da Cidadania, em Imbé, onde ocorre a Oficina de Eco Arte CEEE, Tarsila Crusius e o diretor de Distribuição do Grupo CEEE, Rogério Sele da Silva.

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres