Notícias

A CEEE

Portoalegrismo, a soma de todos os bairrismos está no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo

Por admin / Publicado: 25/04/2017 Última modificação: 25/04/2017 14h53

Compartilhar
imagem_03.png

Descrição imagem

Ascom

A exposição “Portoalegrismo - a soma de todos os bairrismos” está no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (CCCEV), localizado na Rua dos Andradas, 1223, Centro Histórico de Porto Alegre. A mostra que tem curadoria de Maria Rita Webster e coordenação têxtil de Dinorá Bohrer Silva foi organizada por Maria Rita Caminhos Culturais em homenagem aos 245 anos de Porto Alegre.

Dividida em três núcleos, o visitante poderá, até 29 de abril, fazer um passeio poético e afetivo pela história da cidade através da arte têxtil, em diferentes épocas da cidade, desde a chegada dos casais açorianos até os ícones do cenário atual, como os prédios da Prefeitura Municipal e do Mercado Público. Na seção “Recortes de Porto Alegre”, estão expostos painéis elaborados em Tapeçaria de Recorte, trabalho elaborado por Ana Perrone, Christy Schmitt, Deijanira de Almeida, Dinorá Bohrer Silva, Eliane Sthalberg, Lenir Romero, Liliana Moeller, Maria Luiza Piazzato, Maria Rita Webster, Marília Lindemann, Nina Klein e Rachel Gurski.

A segunda parte do projeto, chamada de “Porto Alegre em poemas”, apresenta ao público três poemas de Luiz Coronel, sob a forma de grandes painéis bordados. A terceira seção, denominada “Postalegre”, é formada por cartões postais têxteis, confeccionados por Dinorá Silva, e por antigos cartões postais, que fazem parte das coleções particulares de Antonio Hartz, Antonio Ribeiro, Carlos Bartelli, José Junges, Manolo Cachafeiro e Miguel Duarte. “Esse material é raro e impressiona pela importância histórica, pois faz um recorte de Porto Alegre, de 1890 a 1950”, destaca Maria Rita.

 

Serviço: Exposição Portoalegrismo – a soma de todos os bairrismos

Visitação: Até 29 de abril.

Local: Sala “O Arquipélago”, no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo Rua dos Andradas 1223 - Centro Histórico Porto Alegre.

Horário: De terça à sexta-feira, das 10h às 19h, e, no sábado, das 11h às 18h.

Entrada franca

 

Estrutura e inspiração da curadoria e das artistas para os trabalho que integram a exposição, que começa com a tapeçaria de recorte fazedo um passeio pela história de Porto Alegre, a partir da vinda dos açorianos:

Do arquipélago ao continente, vida à frente: é o momento histórico, a vinda dos 60 casais açorianos. Povoaram nossa terra e imaginação.
Um passeio pelo passado: Assim avançamos até o início do século XX. Daquela época revivemos cenas cotidianas. Estamos em casa.
Um rio de gente, uma onda de fé: O amor pelos festejos religiosos, herança açoriana, se manifesta. Seguimos a procissão dos Navegantes.
Portoalegrismo, soma de todos os bairrismos: Assim se compõe o mapa onde todos se localizam. Habitamos a alegria, e ela nos habita.
Todos os passos levam ao paço: A Prefeitura e o Mercado Público são ícones do cenário capital. Aqui nos sentimos centralizados.Prisma alegre do porto: À margem do Guaíba ancoramos nosso olhar. O perfil do centro emoldura o cais, muito prazer em contemplar.
Postalegre:
 Um recorte memorável da cidade, entre 1890 e 1950. Período ilustrado por 150 preciosos postais de colecionadores particulares.
Poemas de Luiz Coronel: O poeta não para de se encantar com Porto Alegre, onde mora seu coração. Lirismo a qualquer tempo, há muito tempo.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres