Notícias

Prefeitura oficializa cessão de terreno para obra da CEEE

Subestação irá beneficiar cerca de 70 mil clientes e garantirá infraestrutura para a Copa de 2014

Por admin / Publicado: 21/09/2011 Última modificação: 18/10/2019 16h27

Compartilhar

O secretário de Infraestrutura e Logística, Beto Albuquerque, recebeu, quarta-feira (21), o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, e o presidente do Grupo CEEE, Sérgio Souza Dias, no gabinete da Secretaria, para a assinatura do termo de cessão de um terreno do município onde será construída a Subestação Menino Deus da CEEE. Localizada nas imediações do Estádio Beira-Rio, a obra, cujo investimento será da ordem de R$ 14,8 milhões, faz parte dos investimentos da Empresa para a Copa do Mundo de 2014 e irá beneficiar cerca de 70 mil clientes do bairro Menino Deus e adjacências, garantindo melhor qualidade no fornecimento de energia.

Com capacidade de 50 mva e nove alimentadores, a CEEE prevê que a Subestação atenda à demanda futura pelos próximos dez anos. Exigência da Fifa para a Copa de 2014, a obra possibilitará o suprimento adequado de energia elétrica ao Beira-Rio, que requer dupla alimentação, em 13,8 kV, no estádio da Copa. Beto Albuquerque considera fundamental a cessão desta área. “Iremos iniciar imediatamente o processo de licenciamento e o estudo de impacto ambiental. Trata-se de um grande investimento, não apenas para a Copa, mas também para a cidade de Porto Alegre. Pretendemos começar as obras em janeiro de 2012, finalizando em março de 2013”, antecipou Albuquerque.

O presidente da CEEE destacou que esta será uma Subestação do tipo compacta, o que acarreta em danos menores ao meio ambiente. “A CEEE está envolvida com quase cem obras relacionadas à Copa do Mundo. No entanto, este também será um investimento em prol da população de Porto Alegre, pois assim iremos melhorar a oferta de energia e evitar os desligamentos. Desde 1999, não é construída uma Subestação na Capital”, lembrou Sérgio Souza Dias.

O prefeito José Fortunati declarou que esta contribuição irá garantir o suporte energético ao estádio e um bairro que figura entre os mais populosos da Capital e consome muita energia. “Temos que estudar os investimentos para que, mesmo sendo para a Copa do Mundo, deixem-nos bem estruturados, de modo servir da melhor maneira possível à comunidade após o evento”, ressaltou Fortunati. O secretário estadual do Esporte e do Lazer e coordenador do Comitê Gestor da Copa 2014 RS, Kalil Sehbe, destacou a harmonia entre os governos federal, estadual e municipal para a busca de soluções e destacou que as transformações serão um legado para a sociedade.

O vice-presidente de Assuntos Especializados do Sport Club Internacional, Luciano Davi, salientou que o clube quer fazer parte desta história junto aos governos. “O Internacional agradece esta ação que é do interesse de todos. Temos uma casa de 42 anos e já tínhamos o interesse de aprimorar sua estrutura”, agradeceu. Estiveram presentes, ainda, o secretário adjunto da Seinfra, Claudemir Bragagnolo, e os diretores de Distribuição e Administrativo do Grupo CEEE, respectivamente, Rubem Cima e Halikan Daniel Dias.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres