Notícias

Presidente Braga e diretor Sele acompanham abertura oficial da 16ª Fenadoce em Pelotas

Festa Nacional do Doce, em Pelotas, vai até 22 de junho

Por admin / Publicado: 06/06/2008 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

O presidente do Grupo CEEE, José Francisco Pereira Braga, prestigiou, na noite de sexta-feira (06), a solenidade que marcou a abertura oficial da 16ª edição da Feira Nacional do Doce (Fenadoce). Patrocinadora master do evento, a CEEE esteve representada ainda pelo diretor de Distribuição, Rogério Sele da Silva e pelo gerente da Regional Sul, Manoel Francisco Dias Britto.  Este ano a administração da Fenadoce inovou e levou os espectadores da cerimônia para fora dos pavilhões. A governadora Yeda Crusius foi representada pelo secretário da Saúde, Osmar Terra.

Ao ar livre, a abertura oficial da Fenadoce surpreendeu não apenas pelo show pirotécnico, mas também pela sincronia das águas dançantes, das luzes e da boa música interpretada por Cristina Sorrentino e Auildo Munhõz. Prova de tal fascínio e surpresa é que mesmo quando os termômetros marcavam 10ºC, a população permaneceu empolgada, aplaudindo a apresentação. O prefeito de Pelotas, Adolfo Fetter Júnior e o presidente municipal da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Ricardo Jouglard, chegaram ao novo pórtico de acesso ao pavilhão central em carros do início do século passado. As bandeiras do Brasil e do Rio Grande do Sul foram carregadas pelos Dragões da Independência. Já a corte e a mascote Formiguinha trocaram os arcaicos automóveis pelo charme peculiar da carruagem.

O presidente da Assembléia Legislativa, Alceu Moreira; o prefeito Fetter; o presidente da CDL Jouglard e do representante da governadora, secretário da Saúde, Osmar Terra, falaram à comunidade. Em poucas palavras, as quatro autoridades buscaram deixar evidente que a capital nacional do doce ganha cada vez mais prestígio e a festa traz - além do desenvolvimento econômico – alegria e orgulho. Os principais assuntos que permearam as falas foram: o Pólo Naval de Rio Grande, a duplicação da BR-392 (ainda para este mês) e a liberação das licenças ambientais que abrirão caminho à silvicultura e instalação da fábrica de celulose na região de Arroio Grande.

Mais surpresas

Após a cerimônia de abertura, o presidente do Grupo CEEE e o diretor de Distribuição da Companhia, foram conhecer o estande da empresa. “Os 65 anos de nossa história estão muito bem representados neste espaço”, avaliou Braga.  Na exposição de fotografias, é possível ler os fatos mais marcantes da história da CEEE. Porém, a grande atração, é a maquete das três principais atividades do Grupo CEEE: Geração, Transmissão e Distribuição. Detalhista e totalmente funcional e didática, a obra de 1m52cm X 2m25cm e 1m65cm de altura chama a atenção principalmente da criançada, mas muitos adultos esquecem o resto da feira para ouvir as explicações e acompanhar o percurso da energia elétrica desde a origem até as unidades consumidoras, que fecham o esquema.

O pequeno Matheus Macluf Torres, de oito anos, é um exemplo a ser seguido. Bastaram alguns minutos de atenção na recepcionista e na maquete para que Mateus disparasse: “Por isso que não dá pra desperdiçar luz. Quando a gente gasta errado tem muito trabalho, água, carvão e vento que são desperdiçados.” A decoração, o vídeo institucional e a receptividade do espaço CEEE também agradaram Sele da Silva. Para o gerente da regional sul, Manoel Britto, a Fenadoce é um momento ímpar aos pelotenses. “Temos muitas obras e projetos para a metade sul. Estarmos na Fenadoce é uma grande oportunidade para prestarmos conta a nossos clientes e mais uma vez reafirmarmos nosso compromisso de qualidade nos serviços prestados”.