Notícias

Programa Casa Iluminada chega a Jaguarão e Arroio Grande

Nestas duas cidades, serão entregues 8,6 mil lâmpadas para 4,3 mil clientes.

Por admin / Publicado: 24/03/2008 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

O Grupo CEEE lança nesta quarta quarta-feira, 26, o Programa Casa Iluminada em Jaguarão e Arroio Grande, onde serão trocadas 8.672 lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas de 20 Watts, com reator eletrônico integrado. Nestas duas cidades, o público beneficiado com o projeto, que possui ligação monofásica e baixo consumo de energia elétrica, é de 4.336 clientes.

Os eventos em Jaguarão e Arroio Grande terão a presença do diretor Caio Tibério da Rocha, do gerente da CEEE de Pelotas, Manoel Britto, e de autoridades locais. Eles ocorrem, respectivamente, às 10 horas, na Praça Alcides Marques, em frente ao terminal Rodoviário e, às 14 horas, na Praça Maneca Maciel, em frente à Prefeitura Municipal. Nos dois locais, a CEEE montou quiosques para atendimento, os quais estarão abertos, das 8 às 19 horas, sem fechar ao meio dia, de segunda à sábado, até o dia 05 de abril. Os consumidores que têm direito a troca das lâmpadas receberam, previamente, uma mala-direta. Além desse público, outras 8.636 famílias de Pedro Osório, Morro Redondo, Herval, Cerrito e Capão do Leão serão procurados nos seus endereços pela empresa para a troca das lâmpadas.

A primeira etapa do Programa, de 03 a 17 de março, incluiu 23 municípios, entre eles Alvorada, Guaíba, Dom Pedrito, Candiota, Lavras do Sul, Pedras Altas, Osório e outras 14 cidades do litoral norte. A empresa alerta que as pessoas dessas localidades que não fizeram a troca no prazo determinado não devem jogar fora o comunicado da Companhia, pois a empresa irá até as suas residências para recolher as lâmpadas incandescentes e entregar as fluorescentes.

Incluindo as seis etapas do projeto, que estende-se agosto, serão distribuídas 291.796, lâmpadas eficientes - com selo Procel e Inmetro – para 145.898 famílias em toda área de concessão da Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE D). Em 2007, a Companhia entregou 245 mil lâmpadas econômicas.

Benefícios ao consumidor

Segundo o diretor Caio da Rocha, a utilização desse tipo de lâmpada fluorescente que está sendo utilizada no projeto da CEEE proporciona uma redução de até 80% no consumo de energia elétrica e dura até oito vezes mais que as comuns, com uma luminosidade equivalente a uma incandescente de 100 watts. "No caso de uma de 60 Watts, a redução é de 67%," diz.

Essa ação, em conjunto com os outros programas de eficientização da Companhia, gera uma economia de cerca de 17 mil MWh/ano (megawatt hora/ ano). "Isso significa 12,54% do consumo anual do segmento residencial de Jaguarão ou 13,17% de Arroio Grande, o que é significativo em termos de economia, uma vez que foi esse o setor na área de concessão da CEEE que apresentou maior consumo no ano passado. O crescimento desse segmento, em 2007, foi superior a 6%", diz.

Eficiência de hospitais e escolas

Esse trabalho integra o Programa de Eficiência Energética, em vigência, pelo Grupo CEEE, no valor de R$ 8,3 milhões. No Casa Iluminada, são R$ 3,6 milhões. Além dele, a CEEE D executa, desde janeiro último, uma ação específica junto às Prefeituras, Hospitais, Unidades de Saúde, Escolas e Órgãos Públicos, visando a eficientização energética dessas unidades de serviço e a conseqüente redução do consumo de energia elétrica.

O trabalho beneficia 13 hospitais e 54 escolas em diversas cidades do Estado, cujos recursos de R$ 3,9 milhões estão sendo aplicados na modernização dos prédios e podem representar uma economia mensal, especificamente no gasto com a iluminação, de 25 a 30%. A atividade consiste na troca de reatores, lâmpadas e luminárias mais eficientes, incluindo a substituição de lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas, além da alteração de bombas e motores no caso das estações de bombeamento de água. No caso específico de Jaguarão, o trabalho será realizado na Santa Casa de Caridade de Jaguarão, num investimento de R$ 38 mil.

O Grupo CEEE atende a Lei 9.991 - da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), de 24 de julho de 2000, que prevê a utilização de 0,5% da receita operacional líquida em projetos de eficiência energética e combate ao desperdício de energia elétrica. Na Companhia, a coordenação desse trabalho é feita pelo Departamento de Meio Ambiente e Eficiência Energética.

Foto: Beto Rodrigues/Grupo CEEE-ACS