Notícias

Projeto Pescar forma primeira turma na Unidade da CEEE

Voluntários e convidados prestigiaram a solenidade que lotou o auditório do CCCEV

Por admin / Publicado: 15/07/2010 Última modificação: 18/10/2019 16h27

Compartilhar

No último dia 14, o Auditório Barbosa Lessa, no 4º andar do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (CCCEV), foi palco do resgate da cidadania e da inserção no mercado de trabalho de um grupo de nove adolescentes das vilas Amazônia e Santa Maria e dos bairros Rubem Berta e Bom Jesus, localizados em Porto Alegre. Mais de 160 pessoas prestigiaram os formandos da Unidade do Projeto Pescar do Grupo CEEE durante solenidade onde foram entregues os certificados de Qualificação Profissional em Eletricidade.

No decorrer de um ano, 37 voluntários da Companhia e quatro externos transmitiram aos jovens ensinamentos de língua portuguesa, matemática, segurança do trabalho e instalações elétricas prediais, entre outras disciplinas, norteadas pelo desenvolvimento de princípios éticos. O orador da turma, Robinson Rogério de Oliveira Fernandes, agradeceu aos voluntários pela ajuda na transposição de obstáculos. “Obrigado por terem nos ensinado a acreditar em nossos sonhos. Esta experiência provou que há como buscar uma vida melhor”, disse o aprendiz que agora, assim como os seus colegas, poderá atuar como auxiliar de eletricista.

O pedagogo, Antônio Paulo Valim Veja, orientador do projeto na CEEE, salientou o compartilhamento de conhecimentos estabelecido entre a Companhia, os voluntários, os aprendizes e seus familiares. “Saímos todos ganhando. Compartilhamos o conhecimento da energia elétrica com a sociedade. Aos formandos desta primeira turma, aconselho que nunca fechem as portas que levam ao conhecimento”, enfatizou Antônio Paulo, que fez um agradecimento especial às entidades que reúnem os profissionais da CEEE e que foram fundamentais para o êxito da iniciativa.

José Francisco Miranda Cunha, gerente geral da Fundação Pescar, não escondia a satisfação por participar de mais uma formatura do Pescar, que conta com 120 unidades ativas nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Pernambuco, Bahia, Amazonas e no Distrito Federal. “Procurem sempre o aperfeiçoamento profissional, escoltado pela ética e a honestidade”, aconselhou o dirigente que entregou uma placa de agradecimento representante do presidente do ao Grupo CEEE no evento, Ricardo Munhoz da Rocha. “As cerimônias de formatura registram a transmissão de um conjunto de conhecimentos que vão referendar uma vida com maior liberdade. Nunca deixem de perseguir metas na vida”, aconselhou a articuladora do Pescar na Companhia e titular da Coordenadoria de Sustentabilidade, Iara Tonidandel.

Ao ingressar na Rede Pescar, em julho de 2009, a Companhia optou pela escolha da Vila Amazônia, porque já estava atuando na eficientização energética e na regularização de unidades consumidoras no local. No futuro, outras comunidades de Porto Alegre serão contempladas. O Projeto Pescar é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, cujas mantenedoras são empresas e instituições privadas e públicas. Para participar do Projeto Pescar, os aprendizes devem estar matriculados em escolas dos ensinos Fundamental ou Médio.

Fonte: Texto: Carla Damasceno Ferreira. Foto: Guga Marques. ACS/Grupo CEEE.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres