Notícias

Solidariedade: funcionários da CEEE coletam quase 300 mil tampinhas plásticas

Arrecadação por empregados e familiares pode ter resultado em até R$ 740, e mais de meia tonelada de lixo a menos na natureza

Por admin / Publicado: 29/12/2016 Última modificação: 18/10/2019 16h29

Compartilhar

A mobilização em torno da campanha #tampinhamiga, desenvolvida entre os empregados do Grupo CEEE, resultou na doação de 296,3 mil tampinhas para entidades que se dispõe a transformar este material em recursos financeiros utilizados para ajudar quem precisa. Na quarta-feira, 28, foi feita a última entrega do ano, beneficiando o grupo Pedal Solidário que recebeu 60,8 mil unidades. A quantidade de material equivale a 152 bombonas de água de cinco litros. As entregas anteriores foram feitas para os Rotary Clubes: São João (Porto Alegre), Canoas, Osório, São Lourenço do Sul e Passo D’Areia, conforme a tabela abaixo. Cada bombona armazena aproximadamente 1 quilo de tampinhas pequenas, pelo qual as empresas recicladoras pagam em torno de R$ 1. Durante este ano, 740 bombonas foram arrecadadas junto aos funcionários da CEEE, o equivalente a R$ 740 e 740 quilos de materiais recicláveis a menos jogados no lixo e - o mais importante – na natureza.

 

Data de entrega

Unidades

Bombonas

Entidade

Cidade

31/mai

46.000

115

Rotary São João

Porto Alegre

28/jun

6.400

16

Rotary Canoas

Canoas

01/jul

3.600

9

Rotary Osório

Osório

24/ago

15.500

39

Rotary São Lourenço

São Lourenço do Sul

25/ago

15.000

37

Rotary Osório

Osório

06/out

18.000

45

Rotary Osório

Osório

09/nov

109.000

272

Rotary Passo D'Areia

Porto Alegre

23/nov

22.000

55

Rotary Osório

Osório

28/dez

60.800

152

Pedal da Inclusão

Porto Alegre

Total

296.300

740

 06 entidades

04 cidades 

 

Cada entidade dá um destino diferente aos recursos arrecadados, que vão desde a compra de leite para instituições carentes até cadeiras de roda. O Pedal da Inclusão, que, por sugestão de uma colega, será nosso parceiro em 2017, monta bicicletas especiais, como as de dois bancos feitas em 2016 e doadas para a Associação dos Cegos, permitindo o exercício a pessoas com deficiência visual. Em 2017, a ideia do grupo é trabalhar com pessoas que têm síndrome de Down, mas a instituição ainda não está confirmada.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres