Notícias

Técnicos da CEEE fazem manutenção com Linha Viva na Subestação Gravataí 2

O trabalho de manutenção foi realizado sem interrupção no fornecimento de energia elétrica.

Por admin / Publicado: 08/08/2007 Última modificação: 18/10/2019 16h25

Compartilhar

A Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica - CEEE-GT, empresa do Grupo CEEE, realizou nesta quarta-feira, 08, na Subestação (SE) Gravataí 2, um trabalho de manutenção preventiva, utilizando a técnica de Linha Viva ao Potencial, sem a necessidade de interrupção do fornecimento de energia elétrica aos consumidores. O procedimento foi executado por uma equipe de sete empregados da Divisão de Manutenção da Transmissão e da Turma de Manutenção de Subestações de Gravataí, e possibilitou a revisão de diversos equipamentos dessa unidade de energia, na tensão de 230 mil Volts,.

Antes do início efetivo da desconexão da chave seccionadora para liberação do módulo e a posterior manutenção, houve uma preparação, envolvendo várias etapas do trabalho, desde o planejamento, até a adequação dos profissionais envolvidos e a revisão de todos os materiais utilizados no serviço, a fim de que a totalidade dos requisitos de segurança fosse atendida. Atividades dessa natureza exigem que andaimes, ferramentas, roupas, botinas e acessórios sejam especiais, para que não exista nenhum risco ao técnico que fica ao potencial, na parte energizada da área, isolado da terra. A roupa, por exemplo, é feita de tecido anti-chama, com micro malha de aço inox.

Sem interrupção do fornecimento

A manutenção com linha viva, feita também nas linhas de transmissão operadas pela Companhia, tem o objetivo de revisar e consertar qualquer problema existente, o que evita desligamentos no fornecimento de energia. Além disso, essa ação específica, no dia de hoje, buscou avaliar todas as conexões, já prevendo a interligação da nova linha de energia de 230 mil Volts, entre a Subestação Gravataí 2 e a Subestação Porto Alegre 8, com 18 quilômetros de extensão, que entrará em operação em outubro de 2008.

Essa LT, em conjunto com uma nova linha entre as SEs Porto Alegre 8 e Porto Alegre 9, com 10,8 quilômetros, e mais uma linha de sub-transmissão de 69 mil Volts entre as SEs Porto Alegre 8 e Porto Alegre 1, vai trazer mais qualidade e segurança ao fornecimento de energia elétrica, especialmente à região norte da capital gaúcha. Atualmente, a empresa, na área de transmissão, possui 16 equipes com treinamento especial para manutenção com rede energizada, sendo 10 para atuação em subestações e seis nas linhas.

A Subestação Gravataí 2 é a maior unidade do sistema do Grupo CEEE, que possui, ao todo, 57 subestações e 15.119 estruturas que sustentam mais de seis mil quilômetros de linhas no Rio Grande do Sul. A SE Gravataí 2, responsável pela transmissão de mais de 60% da energia aos gaúchos, serve para abrigar, ainda, a base de uma das turmas de manutenção de subestações, responsável pelas SEs Cachoeirinha, Campo Bom, Taquara, Osório, GM e Fibraplac. Existem, ainda, outras turmas, no interior, para o atendimento do sistema em todo Estado.

O diretor de Transmissão do Grupo CEEE, José Francisco Pereira Braga, que acompanhou o trabalho dos técnicos em Gravataí, ressaltou a importância da manutenção com instalações energizadas, informando que a meta da empresa para o próximo ano é dobrar o investimento realizado nesse segmento pela Companhia junto à infra-estrutura de transmissão, hoje em R$ 5 milhões. Além disso, estão previstos, ainda, recursos, na ordem de R$ 500 mil, para aquisição de equipamentos de EPI (Equipamento de Proteção Individual), indispensáveis para a realização dos trabalhos com redes energizadas.

Assessoria de Comunicação Social do Grupo CEEE

Foto: Fernando C. Vieira

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres