Notícias

Trabalho da CEEE no HCPA começou duas horas antes do contato

Temporal causou quatro defeitos nos dois alimentadores que abastecem a instituição

Por admin / Publicado: 21/12/2014 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

Sobre as notícias de que o Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) teria ficado quatro horas sem fornecimento de energia em função da dificuldade de contato do hospital com a concessionária, a CEEE Distribuição informa que essa informação não procede. O Clínicas é abastecido por dois alimentadores (redes de alta tensão) e ambos equipamentos sofreram danos em função do temporal, que provocou o contato de galhos de árvores contra a rede, provocando as interrupções. A falta de energia foi detectada precocemente, mas a complexidade para resolução dos problemas nos dois alimentadores é que provocou a demora.

O sistema da CEEE acusou uma interrupção em um dos dois alimentadores às 14h22. Esse desarme não provocou falta de luz, uma vez que o outro alimentador seguia funcionando. Dezesseis minutos depois, às 14h38, uma equipe chegou ao local para percorrer a rede e identificou o problema na rua Felipe de Oliveira, onde foi constatada a presença de galhos sobre os fios. Após a realização da poda emergencial, o equipamento já poderia ser religado. Como o alimentador não voltou a funcionar, a equipe precisou continuar a busca por outro defeito, que foi encontrado na rua São Manoel. Mesmo depois do trabalho de poda e retirada dos galhos nesse trecho, o sistema não religou e os técnicos precisaram continuar percorrendo o alimentador.

Enquanto isso, às 15h29, o segundo alimentador que abastece o HCPA desarmou, provocando a interrupção do fornecimento ao Hospital. Uma segunda equipe foi destacada para fazer o atendimento da ocorrência. Os técnicos que trabalhavam no primeiro alimentador encontraram o terceiro defeito naquela rede: novamente interferência de galhos, mas desta vez, na rua Lima e Silva. Às 19h28 o alimentador foi religado, possibilitando o restabelecimento da energia ao Clínicas. A segunda equipe continuou o trabalho no segundo alimentador, onde foi feita mais uma poda e a energia deste alimentador foi restabelecida às 21h09.

O sistema de controle da Companhia identifica os alimentadores responsáveis por levar a energia para serviços essenciais e, por isso, mesmo antes de qualquer contato do HCPA, o trabalho já estava sendo executado. A Empresa reitera, ainda, que serviços essenciais como hospitais, bombeiros, polícia e controle de trânsito conhecem os telefones emergenciais do Centro de Operação da CEEE, exclusivos para o atendimento desses clientes, utilizado em diversas outras oportunidades. No domingo, 21, o primeiro contato do Hospital de Clínicas foi feito às 17h22, por um desses números, duas horas depois da falta de energia no local. Como o trabalho já estava em execução desde as 14h38, às 19h28 foi possível normalizar o fornecimento ao hospital.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres