Notícias

Travessia do primeiro cabo subaquático da CEEE é concluída com sucesso

O trabalho contou com a participação de 40 profissionais, 11 barcos pesqueiros, três embarcações de grande porte e uma pequena.

Por admin / Publicado: 06/09/2010 Última modificação: 18/10/2019 16h27

Compartilhar

Após mais de oito horas de trabalho dentro e fora da água, o primeiro cabo que levará energia elétrica de Rio Grande para São José do Norte chegou à margem rio-grandina da Lagoa dos Patos. A operação mobilizou uma equipe de 40 profissionais, entre mergulhadores e equipe de apoio, além de 11 barcos pesqueiros, três embarcações de grande porte e uma pequena para esticar o equipamento, acompanhado do primeiro cabo de fibra ótica pelos 1,5 mil metros do canal.

 

Um dos barcos grandes era o responsável pela condução do material, enquanto os outros se dividiram para conter a movimentação provocada pela maré e garantir a colocação dos cabos no lugar correto. A Capitania dos Portos manteve uma lancha na área durante toda a operação a fim de evitar que alguma embarcação ingressasse no canal, garantindo a segurança do trabalho, às 11h11, com o início do deslocamento dos grupos. O cabo começou a ser puxado em direção a Rio Grande às 11h58, sinalizado e mantido na superfície por mais de 300 galões que serviram de boia.

 

A equipe enfrentou algumas dificuldades para controlar o alinhamento do cabo no momento em que foi necessário fazer a volta no Tecon, após a travessia estar quase concluída. A chegada à Caixa de Emenda, que é a área de conexão da rede subaquática à subterrânea construída em Rio Grande ocorreu às 16h01, quando os técnicos começaram o realinhamento do cabo - que flutuou em função da maré, apesar de a água parecer calma. Conforme a equipe concluiu o realinhamento, foi retirando as boias para a acomodação do material no fundo do mar. Essa imersão ocorreu com naturalidade, já que o peso do cabo - 16 quilos o metro - provocava por si só o afundamento.

 

Este trabalho durou um pouco mais que o previsto devido às condições do mar e do tempo, que se alteraram no final da tarde e início da noite. A Capitania dos Portos deu permissão para que a atividade fosse concluída até as 21h. Ainda devido ao clima, a previsão para o lançamento do próximo cabo, que inicialmente era para a próxima quinta-feira, deverá ser alterada e a expectativa é de que no domingo seja possível dar continuidade à segunda travessia.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres