Notícias

Um pouco da cultura portuguesa no CCCEV

Projeto Legado Açoriano, Povoamento, Cultura e Tradição ocorre de 20 de março a 04 de maio.

Por admin / Publicado: 14/03/2013 Última modificação: 18/10/2019 16h28

Compartilhar

O Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (CCCEV) e o Instituto Cultural Português apresentam, a partir da próxima semana em Porto Alegre, Legado Açoriano – Povoamento, Cultura e Tradição. O projeto resgata os traços culturais de influência açoriana do povo gaúcho, promovendo atividades histórico culturais diversificadas. Na programação, que integra-se às comemorações do ano de Portugal no Brasil, haverá exposições, oficinas, shows, danças, palestras e lançamento de livro.

A abertura do projeto a convidados, às 19 horas da próxima terça-feira, 19 de março, contará, entre outros, com a presença de Catarina Branco, artista plástica açoriana, que assina as obras da exposição “Fez-se Luz”, e do fotógrafo gaúcho Rodrigo Schneider, autor das imagens da mostra “Destinos d’Além Mar”. Todas as atividades são gratuitas e ocorrem nos espaços do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, que fica na rua dos Andradas, 1223, no Centro Histórico de Porto Alegre. Informações sobre a programação podem ser obtidas pelos telefones 51.3226.7974 e 3226.5342 ou no endereço www.cccev.com.br

A partir da quarta-feira, 20, até 04 de maio, todos os espaços da casa que abrigarão atividades do projeto poderão ser visitados pelo público. O local funciona de terça à sexta-feira, das 10 às 19 horas e, aos sábados, das 11 às 18 horas. Durante a Páscoa, nos dias 28, 29 e 30 de março e no dia do trabalhador, 1º de maio, o CCCEV estará fechado.

 

Fez-se Luz, de Catarina Branco

Catarina Branco nasceu em São Miguel, Açores, em 1974, e viveu a sua infância e adolescência nos Fenais da Luz, freguesia rural de Ponta Delgada, região de Açores, em Portugal. Em 2000, terminou a licenciatura em pintura na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e, a partir daí, tem apresentado os seus trabalhos em exposições individuais e coletivas.

É a primeira vez que a artista expõe no Rio Grande do Sul. Em Fez-se Luz, Catarina irá apresentar a obra de chão, elaborada a partir de um molde criado por ela e confeccionado em madeira. Tendo como base o desenho nessa matriz, a obra será executada especialmente para o espaço do CCCEV, com a utilização de 60 quilos de confetes coloridos de papel (uma parte do Brasil e outra que vem de Portugal). Além disso, vitrines abrigarão livros, trabalhos de papel e outras peças, como a coroa do Espírito Santo pequena, uma pomba do Espírito Santo de seda bordada e algumas flores de escama de peixe. Estes últimos objetos foram cedidos à exposição pelo Museu Açoriano.

Na opinião da curadora da exposição “Fez-se Luz”, Fátima Mota, “a peça de chão, que cobre grande parte da área expositiva, está diretamente ligada à história pessoal da artista e a sua vivência enquanto criança nos Fenais da Luz, na ligação com a sua avó paterna que lhe legou as tradições do recorte de papel, o aproveitamento dos materiais perecíveis, a construção dos tapetes de flores para as procissões religiosas e o lado lúdico de alguém que vivia feliz no espaço contido da sua casa. Esta é, igualmente, uma forma de viagem mas, desta vez, em direcção ao interior, ao íntimo.”

A outra exposição, “Destinos d’Além Mar”, reunirá 31 imagens capturadas por Rodrigo Schneider na cidade de Lisboa e na cidade de Ponta Delgada, Ilha de São Miguel nos Açores (cidade onde vive Catarina Branco) durante estudos para a realização do Projeto Legado Açoriano.

 

Outras atividades

Paralelo às exposições, ocorrerão atividades complementares e gratuitas. No dia 20, às 18 horas, na sala “Noé de Mello Freitas”, haverá um painel com Catarina Branco falando sobre o seu trabalho e a sua técnica de criação. No dia 23 de março, das 10 às 12 horas e das 14h30 às 18 horas, serão realizadas oficinas de danças açorianas, com Ronete Esteves Elias. As vagas são limitadas e o ingresso é um quilo de alimento não perecível.

Na quarta-feira, 27 de março, às 19h30, o Sarau no Quarto, um projeto que acontece mensalmente no CCCEV, agrega-se ao Legado Açoriano em uma edição especial com o tema Canta e Conta Portugal, em homenagem ao poeta Vitorino Nemésio, com participação especial de Luís Ramos. O ingresso ao espetáculo aberto, no Auditório Barbosa Lessa (4º andar do CCCEV), também é um quilo de alimento não perecível.

Antes do ínício do sarau, às 18 horas, ocorre a sessão solene de louvor das cidades geminadas Porto Alegre e Ribeira Grande e o lançamento do livro de poesias de dez poetas das duas localidades, cinco de Porto Alegre e cinco de Açores. A obra é uma homenagem à Semana de Porto Alegre, que no dia anterior (26 de março) estará comemorando 241 anos. No dia 06 de maio, o CCCEV coordenará uma oficina de releitura da obra de Catarina Branco, destina às crianças de escolas públicas que tiverem realizado a visita guiada à exposição. O material utilizado nessa atividade será aquele que fora exibido na obra de chão realizada pela artista portuguesa. Os professores interessados em trazer grupos à oficina deverão inscrever-se para o painel do dia 20 de março, com Catarina Branco.

 

Serviço:

O Quê:

Projeto Legado Açoriano – Povoamento, Cultura e Tradição, com as  exposições: “Fez-se Luz”, de Catarina Branco e Curadoria de Fátima Mota, na sala “O Arquipélago”; e “Destinos D’Além Mar - Uma viagem pela cultura luso-açoriana, do fotógrafo Rodrigo H. Schneider, no mezanino do 1º andar (Café).

O projeto contempla, ainda, oficinas, shows, danças, palestras e lançamento de livro.

Quando:

Abertura para convidados: Dia 19 de março, às 19 horas.

Visitação: De 20 de março a 05 de maio.

Horário: De terça à sexta-feira, das 10 às 19h e, nos sábados, das 11 às 18 horas. O CCCEV não abre aos domingos, e também estará fechado ao público nos dias 28, 29 e 30 de março e 1º de maio.

Onde: Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (rua dos Andradas, 1223 – Centro Histórico de Porto Alegre)

Quanto: Atividades gratuitas

Informações: (51) 3226.7974 ou 3228.9710 – www.cccev.com.br

 

 

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres