Notícias

Usinas da CEEE na região da Serra passam por modernização

Tecnologia dos novos transformadores reduz impactos ambientais

Por admin / Publicado: 02/04/2012 Última modificação: 18/10/2019 16h27

Compartilhar

A CEEE Geração e Transmissão adquiriu novos transformadores de médio porte que serão substituídos, ao longo de 2012, de cinco usinas da Serra Gaúcha. Com um investimento de aproximadamente R$ 600 mil, a instalação desses transformadores visa aumentar a confiabilidade na operação dessas usinas, uma vez que reduzirá os riscos de falhas e as intervenções de manutenção. De acordo com Everton Vieira, executivo da CEEE na Região, a substituição destes transformadores é necessária devido ao elevado nível de desgaste e degradação dos materiais ao longo do tempo. “Esses equipamentos estão em operação há mais de 65 anos e, em alguns casos, há mais de 80 anos”, justifica.

Os novos transformadores de serviços auxiliares, que serão instalados nas usinas Bugres e Canastra, localizados em São Francisco de Paula e Canela, são do tipo a seco, que não necessitam a utilização de óleo isolante.

Nas usinas Herval (Santa Maria do Herval), Toca e Passo do Inferno (São Francisco de Paula), também conhecidas como Pequenas Centrais Hidrelétricas – PCHs, por serem de pequeno porte, os transformadores que serão substituídos utilizam óleo isolante vegetal de fonte renovável, que é biodegradável e reduz os riscos de contaminação da água e do solo em caso de vazamentos, minimizando os impactos ambientais.

 

Conduto forçado da Usina Herval é substituído

Começou, nessa semana, a primeira etapa do trabalho de substituição do conduto forçado (estrutura que leva a água do rio até a turbina) da Usina Herval. Já foram desmontados mais de 40 metros de tubulação. A obra tem um investimento de mais de R$ 2 milhões e a previsão de finalização do serviço é início de novembro. Durante esse período, os acessos à usina e à cascata estarão proibidos para evitar acidentes. “É importante que a população respeite as placas e os portões fechados, que restringem o acesso, por uma questão de segurança”, alerta Everton Vieira, chefe da divisão responsável pelas usinas da CEEE Geração e Transmissão na região.

A Usina Hidrelétrica Herval, cuja capacidade de geração é de 1,4 MW, completará, em maio, 71 anos de operação. Essa será uma das maiores obras de manutenção de toda sua história. Com 320 metros de extensão, a tubulação que conduz a água da barragem até as unidades geradoras de energia ainda é a original. “Ela está comprometida devido à oxidação dos tubos, que ameaçam romper. Por isso, eles serão substituídos”, explica Vieira.

Últimas Notícias

Categoria
A CEEE
Data
04/07/2020

CEEE recompõe energia para 99% dos clientes

Categoria
A CEEE
Data
24/06/2020

CEEE-GT vai ampliar capacidade da Usina de Bugres